PME António Costa quer que Portugal seja um país verdadeiramente de start-ups
PME

António Costa quer que Portugal seja um país verdadeiramente de start-ups

O primeiro-ministro português destacou a importância da “nova realidade económica” que está a surgir no país, fruto das start-ups. António Costa considera que este movimento de empreendedorismo pode continuar a crescer e com os apoios necessários “podemos realizar a ambição” de tornar Portugal mais amigo do empreendedorismo.
António Costa quer que Portugal seja um país verdadeiramente de start-ups
Bruno Simão/Negócios
Ana Laranjeiro 06 de junho de 2016 às 17:47

O primeiro-ministro, António Costa, também presente no evento StartUP Portugal, dedicado à estratégia nacional de apoio ao empreendedorismo, disse, durante a sua intervenção no evento que decorreu no Porto, que estar nesta iniciativa lhe permitia recuar no tempo, para a época em que era presidente da Câmara de Lisboa e fundou a Startup Lisboa. E "esse movimento [de empreendedorismo] espalhou-se pelo país".

"Esta nova realidade económica é da maior importância. O movimento pode crescer, ser escalado e ganhar novas energias se tiver o apoio do Estado", acrescentou o responsável.

António Costa acredita, no entanto, que é um trabalho que pode ser desenvolvido em conjunto entre o Governo, as autarquias e a energia dos empreendedores. E com isso "podemos realizar a ambição que temos de fazer de Portugal o país mais amigo do empreendedorismo e um país verdadeiramente de start-ups".

O primeiro-ministro aproveitou ainda a oportunidade para lançar uma questão: "porque é que Portugal pode ser um país mais empreendedor?!". "Não só pelas medidas [apresentadas] mas porque nesta economia da inovação o fundamental é o talento".

Recordando o investimento realizado nas últimas décadas no ensino em Portugal, o primeiro-ministro afirmou que o país dispõe da geração mais qualificada e uma boa qualidade de vida, não só para a população portuguesa mas também para os que queiram fixar os seus negócios em Portugal.

Ao terminar, António Costa salientou que com o StartUP Portugal, com a aposta no empreendedorismo que as autarquias portuguesas têm vindo a desenvolver nos últimos anos, "é possível fazer deste país mais atractivo em toda a Europa" em termos de empreendedorismo.




pub