Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais uma para a fotografia?

Em Portugal, há 350 mil empresas. Os números mais recentes assinalam que 99,7% são unidades de pequena e média dimensão.

João Cândido da Silva joaosilva@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 14:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Estas, são responsáveis por perto de 58% do volume de negócios registado pelos diversos sectores de actividade da economia portuguesa, excluindo o financeiro. Empregam 2,1 milhões de pessoas e quase três em cada quatro no total de trabalhadores do sector privado. Para completar o retrato, assumem 60% do investimento realizado pelas empresas nacionais.

Muitas destas unidades têm uma dimensão muito reduzida, que lhes merece o rótulo de "micro-empresas". E, entre estas, haverá centenas ou milhares que estão focadas no mercado interno, sem que disponham de produtos ou serviços susceptíveis de serem exportados. Nada de mal vem ao Mundo porque muitas outras actuarão em sectores expostos à concorrência e prosseguindo actividades com possibilidades de serem comercializadas nos mercados externos. O sector das tecnologias será um dos exemplos, constituído por pequenas unidades dotadas de mão-de-obra qualificada capaz de competir a nível global. Mas há mais, incluindo empresas industriais.

O peso e o potencial das PME na frente exportadora pode ser grande e decisivo para ajudar Portugal a desembaraçar-se do pântano de endividamento e quebra de competitividade em que mergulhou. O normal seria que, em época de grave crise, as preocupações sobre o crescimento futuro não excluíssem estas empresas. Mas não deixa de ser curioso que, num encontro destinado a discutir o que fazer para aumentar as vendas das empresas portuguesas nos mercados externos, apenas unidades de grande dimensão tenham sido convocadas pelo Governo. Ou é um erro de avaliação ou trata-se apenas de mais um acto político vazio e destinado a figurar na fotografia.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias