Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ortik - No alto da montanha

Mesmo sem tradição na prática do montanhismo, Portugal foi a "maternidade" de uma das empresas premiadas neste mercado. A Ortik trabalha para um nicho: aqueles que gostam de chegar ao cume das montanhas conhecem bem os seus artigos.

Teresa Gens 12 de Maio de 2011 às 11:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Imaginemos um cenário de neve, na montanha, acompanhado de vento forte e temperaturas abaixo de zero. Dormir numa tenda 100% preparada para a intempérie, ou não, é a diferença entre uma expedição de sonho ou de inferno. Os criadores da Ortik, empresa que concebe e vende material para montanhismo, sabem como é e estão apostados em criar condições para que o alto da montanha seja não só uma paisagem deslumbrante, mas um local o mais confortável possível para montanhistas e alpinistas.

Se têm um grande prazer que partilham, para além do facto de verem a sua empresa crescer, é o contacto com a natureza. Nuno Monge, de 34 anos, não vive sem o BTT, galgando por trilhos e serras, e o sócio, Pedro Carradinha, 35 anos, não dispensa o montanhismo. Casado e com dois filhos, o primeiro, designer de formação, chegou a ter o seu próprio atelier mas o desafio da Ortik - um projecto iniciado por Carradinha -, foi "mais forte". Os dois amigos foram colegas de faculdade onde ficavam horas a fio a discutir e a desenvolver ideias num grupo que baptizaram de 'tertúlia de inventores'. Sabiam que trabalhavam bem juntos, criar uma empresa a dois acabou por ser um caminho natural.

Tudo começou por com um produto inovador, o Heat-it - que permite cozinhar em condições atmosféricas adversas. Fã incondicional do montanhismo, o seu criador, Pedro Carradinha, utilizava sempre este convector de calor, adaptado a uma bilha de gás, nas suas actividade em montanha. A quantidade de amigos que lhe pediam um igualzinho levou-o a registar a patente e a pensar que esta ideia podia ser a base para um negócio. O amigo Nuno Monge concordou. Nasce, então, a Ortik.

Montanhismo em Portugal?
Hoje a Ortik desenvolve vários produtos técnicos de montanha tendo como principais destinatários os praticantes de montanhismo e alpinismo. Assim de repente, não parece muito óbvia a razão de se criar uma empresa de artigos para montanhismo em Portugal, país sem tradição neste tipo de actividade. Só que, como explica Nuno Monge, Portugal é só mais um dos mercados onde a empresa opera. A Ortik está sediada em Lisboa mas o âmbito da sua acção é, desde sempre, internacional: "exportamos para 20 países da Europa, América do Norte e Ásia", conta o empreendedor. A concorrência, explica, "é enorme". Concorrem directamente com companhias "muito implantadas no mercado, com estruturas e meios muito fortes". O segredo da Ortik foi (e é) concentrar-se 'no topo da montanha'. "Os nossos concorrentes, devido à sua dimensão, têm de se focar em mercados grandes". A Ortik fixa-se no nicho do 'topo da montanha' onde o mercado "é mais pequeno e os consumidores são muito exigentes em inovação e qualidade". Os seus produtos "diferenciam-se pela inovação e pelo foco nas actividades técnicas", garante Nuno Monge.

Um país "avesso ao risco"
A Ortik já enfrentou desafios a variadissimos níveis desde que iniciou actividade em 2007. Foi, por exemplo, essencial aos empreendedores entrarem por domínios onde se sentiam como peixe fora de água: produção em série, logística, distribuição, propriedade industrial e gestão. A motivação que lhes enchia a alma foi remédio para todas as dificuldades.

O que a motivação nem sempre consegue superar são as dificuldades relacionadas com o financiamento: "Portugal é um país avesso ao risco e, por vezes, não conseguimos avançar com a velocidade que o mercado exige e perdemos oportunidades".

Embora a empresa tenha arrancado em 2007, os produtos só chegaram ao mercado no final de 2009. Com apenas um ano de vendas, que foi o de introdução dos produtos, os empreendedores têm já dados q.b. para prever ultrapassar este ano o meio milhão de euros de facturação e em 2012 duplicar esse valor. Ao slogan "na Ortik adoramos grandes montanhas e grandes ideias", arriscamos acrescentar "e grandes resultados."




Bilhete de identidade

Nome Fórmula Inovadora, Investigação e Desenvolvimento SA
Actividade Concepção e comercialização de artigos para montanhismo e alpinismo
Início de actividade Julho 2007
Localização Lisboa
Mercados Europa, América do Norte e Ásia
Postos de trabalho 5
Site www.ortik.net




80 novos produtos

Se no início da sua actividade a Ortik esteve muito concentrada na linha de produtos e no canal de distribuição, neste momento, e a curto prazo, o foco dos empreendedores é a área comercial: "temos uma produção a chegar, outra a preparar; é muito importante manter o canal de distribuição 'bem alimentado'". Isto não quer dizer que o desenvolvimento de produtos pare e nem o mercado o permitiria. Inovar é, também aqui, a palavra de ordem. "Continuamos a inovar e temos um pipeline de 80 novos produtos para os próximos dois a três anos". Esta é também uma forma de contornar os tempos difíceis do actual ciclo económico. Dizem não ter razões de queixa: o impacto no negócio de Outdoor foi "pequeno" e, sendo certo que nalguns mercados se sentiu uma retracção, a recuperação "já se vai sentindo". Aliás, garantem que nos últimos anos este mercado - ao contrário de outros-, tem crescido sempre, a um ritmo de cerca de seis por cento, ao ano, tendo em 2010 crescido três por cento.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias