A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Time Management - Tempo é dinheiro

Precisa de comprar um presente, arranjar dois bilhetes para um concerto esgotado, organizar umas férias ou preparar um jantar e não tem tempo para nada? A Time Management promete tratar de tudo, ajudando o cliente a gerir o seu tempo.

Teresa Gens 02 de Dezembro de 2010 às 15:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Este ano, Rute foi a feliz contemplada com a tarefa de organizar as próximas férias com o grupo de amigos do costume. Todos os anos se juntam uma semana no Inverno com um grande objectivo: passarem juntos oito dias de férias. O próximo destino está decidido: será a Serra da Estrela. Já só falta o resto.

Como o trabalho lhe deixa pouco tempo disponível, Rute resolveu "passar" a uma empresa a tarefa de organizar a semana de férias do grupo. E o que faz esta empresa? Procura opções de casas - com base no orçamento e exigências apresentadas pela cliente -, marca as aulas de ski, envia uma lista com os melhores restaurantes da zona e contrata uma empregada para fazer as camas, limpar e arrumar a casa. A empresa é a Time Management e Rute conheceu-a através do passa-palavra de alguém que queria dois bilhetes para um concerto mas, adiando de dia para dia a compra, deixou-os esgotar.

Foi esta empresa que acabou por lhe arranjar as entradas, através do "Personal Time", um serviço direccionado para "pessoas com pouco tempo, normalmente em posição de destaque profissional que querem aproveitar o seu tempo livre para desfrutar da vida", explica, numa frase, um dos seus criadores, António Cardoso. A "Personal Time" é, acima de tudo, um serviço que quer estar lá no dia-a-dia dos clientes tratando das tarefas mais complexas mas, também, das simples, como arranjar uma "baby sitter" se a reunião se atrasar, comprar um presente de aniversário, marcar restaurante ou levar um medicamento a casa, às duas horas da manhã.

É um negócio que, dizem, estava por explorar e saltou aos olhos de António Cardoso, de 34 anos, licenciado em gestão, e de Frederico Augusto, que partilha com o sócio idade e licenciatura. Ambos casados e com filhos tinham a clara noção de que o tempo "foge constantemente devido à velocidade com que vivemos" e que, por isso, dar tempo às pessoas para o que é importante seria uma boa aposta.

Risco em tempo de crise
No final de 2007, a ideia transformou-se numa empresa. O projecto foi auto-financiado, com um capital inicial investido de 150 mil euros. Os dois empreendedores sentem que foi um "enorme risco avançar num período de crise generalizada, cepticismo e desconfiança em relação à utilidade e qualidade do serviço" mas hoje, com o "breakeven" quase a ser atingido, explicam que têm razões para estar satisfeitos.

A sua maior preocupação tem sido a qualidade de serviço, ter uma estrutura dimensionada, para que não existam quebras, e um sistema informático que lhes permita acompanhar os pedidos em tempo real. Garantem que os seus serviços continuam a ser inovadores até a nível global, por não se tratar de um pacote mas de uma adesão.

"Acreditamos que através de um 'membership' mensal (ver caixa) podemos dar as melhores soluções, aos melhores preços, de uma forma ilimitada e em todos os sectores de actividade", explica António Cardoso. Esta gestão do tempo pessoal dos outros é feita por 15 pessoas que trabalham na Time Management e das parcerias que foram construindo.

Com escritórios em Lisboa e Porto, a empresa - cujo lema é estar disponível 24 horas por dia, 365 dias por ano, sem ausências ou férias -, tem clientes em todo o país aos quais fornece, basicamente, "o que for pedido: quer seja fácil, urgente, simples ou inesquecível."




Bilhete de Identidade


Nome Time Management
Actividade Prestação de serviços aos seus membros, com o objectivo de lhes poupar tempo.
Início actividade 2007
Colaboradores 15
Área de actuação Nacional
Site www.timemanagement.pt




Cartões e preços


A Time Management desenvolveu várias marcas, com públicos-alvo distintos. A mecânica é simples: através de uma adesão ao serviço é atribuído um cartão que serve para estipular o perfil do membro, Gold ou Platinum, consoante o nível de serviço, e Family ou Lifestyle, adequado ao tipo de utilização.

Há dois cartões Gold Membership: o Lifestyle Member (70 euros por mês) e o Family Member (130euros por mês). No segundo, os serviços são transmissíveis a um membro da família e aos filhos com menos de 16 anos.

O Platinum Membership é o produto de topo, com mensalidades entre os 180 euros (Lifestyle Member) e os 300 euros (Family Member). Nestes cartões, os serviços são nacionais e internacionais, geridos por uma gestora pessoal e, no caso do Family, transmissível a um membro da família e a filhos com menos de 16 anos.

Finalmente, há o cartão Pure da PersonalTime, onde estão disponíveis todos os serviços através de um "call-center" a um preço mais atractivo. É o "membership" mais barato: 35 euros por mês.




Aposta nas empresas


Vocacionada para o mercado das empresas, a ByTimeManagement é a marca mais recente da Time Management. As empresas, desde uma marca de carros de luxo a uma instituição financeira ou a um escritório de advogados, por exemplo, podem oferecem os serviços de "conciérge" da Time Management aos seus clientes ou colaboradores contribuindo para melhorar a sua qualidade de vida dos mesmos. As empresam fazem-no com a perspectiva de "se diferenciar, e aumentar o grau de satisfação de clientes e colaboradores."
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias