Produtividade e Inovação Start-up lusa aterra na China para “validar tecnologia"
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Start-up lusa aterra na China para “validar tecnologia"

A Criam é uma start-up que desenvolveu uma solução para identificar o tipo de sangue em três minutos e com recurso a um algoritmo. Está num programa aceleração na China para “validação tecnológica do projecto”.
Start-up lusa aterra na China para “validar tecnologia"
Bruno Simão
Ana Laranjeiro 23 de setembro de 2016 às 09:00

A Criam é uma start-up portuguesa biotecnológica que tem uma solução para identificar o tipo de sangue humano. Para isso, usa um algoritmo que permite uma resposta em cerca de três minutos. Esta start-up foi a primeira )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub