Start-ups Gulbenkian e Oceano Azul lançam segunda edição do programa de apoio a start-ups

Gulbenkian e Oceano Azul lançam segunda edição do programa de apoio a start-ups

As start-ups que "mais se destacarem" recebem ajudas de custo e um prémio até ao valor de 45 mil euros.
Gulbenkian e Oceano Azul lançam segunda edição do programa de apoio a start-ups
Negócios 25 de março de 2019 às 13:13

A Fundação Oceano Azul e a Fundação Calouste Gulbenkian anunciaram esta segunda-feira que já arrancou o período de candidaturas à 2.ª edição do Programa de Aceleração Blue Bio Value, que decorre até ao dia 21 de junho e que é dedicado às start-ups ligadas à economia azul.

 

"A iniciativa visa atrair e capacitar projetos que constituam oportunidades de negócio na cadeia dos recursos biológicos marinhos, com destaque para a biotecnologia marinha, assim como o desenvolvimento de produtos ou serviços sustentáveis, com impacto positivo na preservação do oceano", refere um comunicado.

 

Este programa providencia "ajudas de custo garantidas às empresas participantes", sendo que as strart-ups que "mais se destacarem", no decorrer da aceleração, receberão um prémio até ao valor de 45 mil euros, para utilizarem no desenvolvimento dos seus projetos.

 

Na primeira edição deste programa, a Fundação Oceano Azul e a Fundação Calouste Gulbenkian aceleraram "13 empresas de seis nacionalidades que adquiriram competências de gestão de negócio e receberam orientação de mais de 40 mentores".

 

O Blue Bio Value decorre entre 8 de outubro e 6 de novembro, em Lisboa e no Porto. Os empreendedores poderão submeter os seus projetos em www.bluebiovalue.pt.

 

Segundo o comunicado das duas companhias, a Fundação Oceano Azul e a Fundação Calouste Gulbenkian assumiram o compromisso de investir, pelo menos, 1 milhão de euros, nos primeiros três anos de implementação do programa Blue Bio Value e pretendem acelerar, em 2019, até 15 empresas portuguesas e estrangeiras.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI