Start-ups Mygon, a aplicação que nasceu da lacuna nas promoções

Mygon, a aplicação que nasceu da lacuna nas promoções

A Mygon é uma aplicação que apresenta aos seus utilizadores as promoções de que pode usufruir. Nasceu há três anos, tem presença em Portugal e em Espanha e ambiciona continuar a trajectória internacional.
Mygon, a aplicação que nasceu da lacuna nas promoções
Direitos Reservados
Ana Laranjeiro 29 de novembro de 2015 às 11:00
Desde o seu nascimento passaram-se três anos. As fronteiras nacionais já foram ultrapassadas. Conta com cerca de três dezenas de funcionários e, em breve, conta chegar às quatro dezenas. Chama-se Mygon e é uma start-up que tem uma aplicação que permite aos seus clientes conhecerem as promoções e descontos que estão a acontecer nas proximidades do sítio onde está.

"A ideia original de lançar a Mygon surgiu em 2011 e foi lançada em 2012, fruto da necessidade de colmatar várias falhas que existiam no mercado das promoções", explica ao Negócios Ricardo Vilares (na foto), CEO e co-fundador da Mygon. Por um lado, "faltava uma ferramenta de publicidade online onde o comércio de pequena e média dimensão pudesse promover os seus negócios e atrair cliente nos horários e dias de menor fluxo".

E por outro "existia a necessidade por parte dos utilizadores de usufruírem de descontos em tempo real, perto do local de onde estão, sem que para isso tivesse de usar qualquer voucher ou efectuar pagamentos online".

O responsável explica que não existe "outro guia com informação tão completa" sobre promoções disponíveis, fotos, opiniões de outros utilizadores, preçários do estabelecimento e a possibilidade de fazer reservas. Além disso, o que distingue esta aplicação de outras que estão no mercado é que a Mygon não usa "vouchers em papel, não existem datas de validação que expiram ou qualquer tipo de pagamento online". Os utilizadores da aplicação "pagam directamente no estabelecimento a quem fornece o desconto".

"Temos milhares de campanhas diárias divididas por categorias em mais de 20 cidades, com centenas de novidades todos os dias com um sistema prático de reservas, tanto para utilizadores, como para parceiros".

 

Presente no mercado nacional e em Espanha, mais concretamente em Madrid, as perspectivas de futuro a curto prazo apontam para a entrada em Barcelona. Ricardo Vilares refere ainda que estão a ser avaliados outros destinos de expansão para o próximo ano "sendo que o mercado britânico será um dos próximos".

O modelo de negócio desta empresa assenta na cobrança de comissões às empresas "pelos clientes enviados através" desta plataforma.

Este projecto arrancou com um investimento inicial de 500 mil euros, tendo já recebido apoio da Portugal Ventures - sociedade pública de capital de risco - e, segundo o CEO deste start-up, a Mygon está "a iniciar processo de nova ronda de investimento, com objectivo de angariar dois milhões de euros, para continuar a expansão para novos mercados e assim acelerar o crescimento da empresa". 



pub