Start-ups Portugal Ventures investe em duas start-ups voltadas para turismo e uma “biotech”

Portugal Ventures investe em duas start-ups voltadas para turismo e uma “biotech”

O órgão público de capital de risco anunciou o investimento em mais três start-ups: duas voltadas para o segmento do turismo e uma biotecnológica. Com esta aposta, a Portugal Ventures já investiu em mais cinco dezenas de empresas.
Portugal Ventures investe em duas start-ups voltadas para turismo e uma “biotech”
Paulo Duarte
Ana Laranjeiro 28 de abril de 2015 às 16:18

A Portugal Ventures anunciou esta terça-feira, 28 de Abril, o investimento em três start-ups nacionais - a Indie Campers, Immunethep e Story Trail - no âmbito da iniciativa "Call For Entrepreneurship" (programas de candidatura a investimento de capital de risco). Duas das start-ups são voltadas para o turismo e a outra é uma biotecnológica.

 

A Indie Campers, de acordo com a informação disponibilizada no seu site, foi formada em 2013 em Lisboa. E nasceu pela mão de dois amigos com o objectivo de popularizar e permitir o aluguer de autocaravanas, com qualidade e a baixos custos, para viagens. A gama das autocaravanas disponibilizadas por esta start-up "foram especificamente desenhadas e transformadas de acordo com os mais elevados padrões e materiais para assegurar o máximo de fiabilidade e funcionalidade".

 

A Indie Campers indica ainda que dispõe de várias gamas de veículos (sendo a frota actual de 24 veículos) para "maximizar a experiência dos clientes" e tem seis locais de entreposto entre Portugal e Espanha. Para Hugo Oliveira, CEO da empresa e de acordo com o comunicado da Portugal Ventures, "depois da prova de conceito,a Indie Campers procura expandir-se pela Europa, onde espera ser líder de mercado deste nicho e estar em 20 destinos diferentes até ao fim de 2020". Com um serviço personalizado de apoio à viagem e um rápido check-in no aeroporto, em 2014 teve 98% de turistas internacionais oriundos de mais de 30 países, aponta ainda o órgão público de capital de risco.

 

Já a Story Trail é uma aplicação móvel que permite aos visitantes da uma cidade andarem pela mesma e ouvirem histórias sobre o local que visitam. De acordo com a informação disponibilizada na sua página na rede social Facebook, com esta aplicação "os contadores de histórias" são pessoas reais e cada "story trail" contém uma rota para fazer a pé e 15 vídeo geo-localizados.

 

Por fim, a Immunethep é uma start-up biotecnológica cujo primeiro produto vai ser uma vacina neonatal que visa proteger os recém-nascidos de infecções bacterianas. De acordo com a informação disponibilizada no site desta empresa, o objectivo é administrar a vacina as mães pois as mulheres que tiverem sido vacinadas vão "começar a passar anticorpos aos seus bebés durante a gravidez e vão continuar a fazê-lo durante o período de lactância". "Isto vai ultrapassar a fragilidade do sistema imunitário dos recém-nascidos, conferindo-lhes uma protecção robusta contra as infecções bacterianas".

 

Pedro Madureira, director científico da Immunethep – em declarações presentes no comunicado da Portugal Ventures - defende que este financiamento vai permitir à empresa continuar a "desenvolver a sua tecnologia e preparar-se para os ensaios clínicos em humanos".

 

Nas várias edições da Call For Entrepreneurship, a Portugal Ventures já investiu em 50 start-ups.

 

A 11.ª edição está aberta e os projectos podem ser apresentados até 28 de Maio.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI