Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Secretário de Estado da Indústria reúne-se com incubadoras nacionais para apresentar ideias

O secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, esteve esta terça-feira reunido com cerca três dezenas de incubadoras nacionais de start-ups. Objectivo: apresentar as ideias do Governo para esta área e ouvir os intervenientes do sector.

D.R.
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 26 de Janeiro de 2016 às 19:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Cerca de três dezenas de incubadoras de start-ups nacionais estiveram esta terça-feira reunidas com o secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos.

 

Ao que o Negócios apurou, foi a primeira vez que um encontro deste género teve lugar. O objectivo da iniciativa passava por apresentar às incubadoras nacionais o que está inscrito no programa de Governo para esta área mas também dar a oportunidade às estruturas presentes de se conhecerem.

 

O programa de Governo integra várias medidas para o sector. Algumas estão relacionadas com benefícios fiscais para quem investir nestas empresas e outras no sentido de criar estruturas de aceleração e incubação de teor nacional para apoiar as start-ups.

 

Contactado, um dos intervenientes, que preferiu não se identificar, considerou o encontro como "interessante" nomeadamente por ser a primeira vez que teve lugar e também por dar a oportunidade de os representantes destes centros que apoiam start-ups se apresentarem e partilharem as suas opiniões. Um outro participante, que classificou o encontro como "louvável", contou que além das linhas gerais do programa de Governo para esta área a criação de uma rede de incubadoras foi um tema aflorado. Esta medida está prevista no programa de Governo.

 

Carlos Oliveira, da InvestBraga e Startup Braga, presente no encontro, defende que foi "positivo juntar o ecossistema de empreendedores" e que é importante que o Governo tenha demostrado que quer ouvir os actores do ecossistema. Sobre o que foi debatido entre portas, Carlos Oliveira referiu que foram algumas medidas de continuidade e outras iniciativas "já tentadas no passado".

 

O tema Web Summit esteve também em cima da mesa, nomeadamente para que possa haver uma coordenação dos vários actores do ecossistema para que Portugal e as empresas portuguesas possam ter partido do evento. O Web Summit vai "ter um impacto directo na cidade mas é uma oportunidade para as empresas" portuguesas, disse o líder da Startup Braga. Acrescentando que uma organização do ecossistema pode permitir criar eventos para que as start-ups nacionais possam tirar partido da vinda de fundos de capital de risco internacionais bem como de órgãos de comunicação social de todo o mundo para o país.

Ver comentários
Saber mais secretário de Estado da Indústria João Vasconcelos InvestBraga Startup Braga Web Summit Portugal
Mais lidas
Outras Notícias