Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções da ParaRede caem quase 3% com reestruturação accionista

As acções da ParaRede desvalorizaram um máximo de 2,63% depois de ter sido anunciado que a Cofina e que o Banco BPI vão entrar no seu capital, ficando com 5,8% da tecnológica. A empresa liderada por Paulo Ramos já tinha ontem caído quase 3% depois de ter

Negócios negocios@negocios.pt 17 de Dezembro de 2004 às 11:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As acções da ParaRede desvalorizaram um máximo de 2,63% depois de ter sido anunciado que a Cofina e que o Banco BPI vão entrar no seu capital, ficando com 5,8% da tecnológica. A empresa liderada por Paulo Ramos já tinha ontem caído quase 3% depois de ter divulgado na véspera que ia adquirir a WhatEverNet.

As acções da ParaRede [para] caíam 2,63% para 0,37 euros.

A Cofina e o Banco BPI vão entrar no capital da ParaRede, ficando com uma posição conjunta de 5,8%, no âmbito do aumento de capital da empresa, que será subscrito com acções da WhatEverNet. Paulo Ramos explicou a aquisição da WhatEverNet com a necessidade de «crescer rápido».

Num comunicado o Banco BPI disse que vai participar no aumento de capital da ParaRede, realizando a sua entrada em espécie com as 128.310 acções por si detidas na referida sociedade [WhatEverNet], representativas de 12,579% do respectivo capital social».

Após o aumento de capital o Banco BPI passará a deter 8.366.576 acções representativas de 2,3% do capital social da ParaRede. O Banco BPI, em Agosto de 2003, detinha mais de 12% do capital da ParaRede, mas veio posteriormente a descer a sua posição, até Março deste ano, quando já só controlava 0,04% do capital social da empresa.

Já a Cofina, que controla 19,35% da WhatEverNet, através da Cofina.com, passará a controlar 3,5% do capital da ParaRede, após o aumento de capital, segundo disseram Paulo Ramos e Carlos Alves, presidente da WhatEverNet, em conferência com jornalistas.

Ao preço de mercado, as 12.871.655 acções que a Cofina vai deter na ParaRede, estão avaliadas em 4,89 milhões de euros, enquanto as do BPI valem 3,18 milhões de euros.

Paulo Ramos, presidente da ParaRede justifica esta operação com a percepção das duas empresas em complementar o seu negócio. «Essa química existiu logo» sublinhou o responsável.

As acções da Cofina [cofi] sobem 0,80%, para 3,79 euros, enquanto as do BPI [bpin] avançavam 0,33%, para 3,04 euros.

Ver comentários
Outras Notícias