Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Aguentar um rombo gigante” com 250 trabalhadores

O grupo Tekever, que teve prejuízos de 3,5 milhões de euros e uma faturação de oito milhões no ano passado, prevê fechar 2019 com proveitos de 15 milhões e lucros de dois milhões de euros. “Agora há uma vida nova na Tekever”, exclamou o CEO, Ricardo Mendes.

"Agora há uma vida nova na Tekever", exclamou Ricardo Mendes, CEO da Tekever. Miguel Baltazar
Rui Neves ruineves@negocios.pt 12 de Dezembro de 2019 às 22:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
"Agora há uma vida nova na Tekever", exclamou Ricardo Mendes, o CEO do grupo, que sucedeu a Pedro Sinogas no cargo, após o afastamento deste da empresa, e que divide a meias com o sócio Vítor Cristinas o controlo do capital desta tecnológica. "Estamos a ‘limpar’ a empresa.

Clientes e negócio nós temos, o que é muito bom. Temos é que aguentar um rombo gigante. Não é fácil", reconheceu Mendes,...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais tekever ricardo mendes pedro sinogas vítor cristina drones satélite
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias