Tecnologias Alemã freiheit.com apaixona-se por Lisboa e quer contratar 150 engenheiros

Alemã freiheit.com apaixona-se por Lisboa e quer contratar 150 engenheiros

A empresa de software, que escolheu Lisboa para abrir o seu primeiro escritório fora da Alemanha, pretende criar uma equipa de 150 pessoas na capital portuguesa - “pessoas de topo, os melhores engenheiros”.
Alemã freiheit.com apaixona-se por Lisboa e quer contratar 150 engenheiros
Claudia Dietze, co-fundadora e CEO da freiheit.com, no terraço da cobertura do novo escritório da freiheit.com em Lisboa.
Rui Neves 07 de maio de 2019 às 18:00

"Lisboa tem imenso para nos oferecer, com a sua beleza, atmosfera inspiradora e pessoas excelentes que nos acolheram bem, desde o início. Aqui, visamos atingir a excelência a longo prazo, com uma equipa composta pelos melhores engenheiros", afirma Claudia Dietze, co-fundadora e CEO da freiheit.com, empresa de software germânica que, depois de também estudar Madrid e Barcelona, acabou por escolher a capital portuguesa para instalar o seu primeiro escritório fora da Alemanha.

 

Através de um comunicado intitulado "Conceituada empresa de software alemã apaixonada por Lisboa", a freiheit.com dá conta da sua ambição em Portugal ­- "Em Lisboa, procuramos engenheiros numa base equitativa: os melhores entre os seus pares, designadamente pertencentes ao grupo dos 5% melhores das principais universidades. Na freiheit.com, todos os engenheiros são ‘primus inter pares’", garante Claudia Dietze.

 

Nesse sentido, adianta, a empresa "celebrou acordos de colaboração com as universidades tecnológicas lisboetas e contratou vários colaboradores portugueses", os quais "passaram todos por um período mínimo de seis semanas de integração, no escritório da freiheit.com localizado na Alemanha".

 

Instalada no cluster de indústrias criativas LACS, desde novembro passado, onde começou com uma equipa de arranque alemã e meia dúzia de engenheiros portugueses, a freiheit.com afiança que, "com o novo escritório em Lisboa, aumentará ainda mais o seu alcance, através do investimento na existência a longo prazo, no novo ‘hotspot’ de tecnologia da Europa".

 

Entretanto, deverá duplicar a sua equipa na capital portuguesa ainda este ano. "Neste momento, a equipa da freiheit em Lisboa tem 15 pessoas, sendo que teremos 30 até ao final de 2019", revelou ao Negócios fonte oficial da empresa.

 

"Com o tempo, pretendemos ter 150 pessoas em Lisboa - o mesmo tamanho do nosso escritório na Alemanha. É este o nosso objetivo", avançou a mesma responsável.

 

Sem se comprometer com prazos, afirmou que o escritório em Lisboa deverá "crescer devagar", pois só contrata "pessoas de topo, os melhores engenheiros", afiançando, por outro lado, que a produtividade da empresa "é extremamente alta - cinco a dez vezes maior do que a média".

 

Criada por Claudia Dietze e Stefan Richter, em 1999, a empresa com sede em Hamburgo é especializada na criação de plataformas de software em grande escala, contando com clientes como a Mercedes Benz ou a Volkswagen.

 

Parceira da Google, conta com uma equipa de 150 pessoas nas instalações centrais, das quais 85% são engenheiros de software.

 

O nome da empresa tem origem na palavra liberdade - "frei", em alemão.

 

"Fomos defensores, desde o início, do software ‘open source’ - muito antes da prática se generalizar. Dá-nos a liberdade de criar o melhor software para construirmos o nosso futuro. Portanto, decidimos batizar a nossa empresa com o nome "freiheit", que significa liberdade. Achamos que é o nome perfeito - porque a liberdade sempre foi a nossa missão", enfatiza Claudia Dietze.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI