Tecnologias Apple vai produzir mais 8 milhões de iPhones 11 devido a forte procura

Apple vai produzir mais 8 milhões de iPhones 11 devido a forte procura

A empresa vai aumentar até 10% a produção de iPhones 11, um dos últimos modelos, devido à procura superior ao esperado, segundo avançou o Nikkei Asian Review. Esperam-se até mais oito milhões de aparelhos em circulação.
Apple vai produzir mais 8 milhões de iPhones 11 devido a forte procura
EPA
Negócios 04 de outubro de 2019 às 07:56
A empresa norte-ameriana irá aumentar a produção dos mais recentes iPhones em 7 a 8 milhões de aparelhos, o que representa uma subida de 10%, para dar resposta à forte procura que tem tido, segundo noticiou o Nikkei Asian Review. 

O aumento deve validar a estratégia do líder Tim Cook de disponibilizar smartphones mais baratos do que o normal, para tentar contornar os efeitos do abrandamento económico global nas vendas e também a forte concorrência asiática - principalmente da China - com marcas como a Huawei e a Xiaomi a ganharem força no mercado.

"Após o aumento de produção, o volume da série iPhone 11 será maior em relação ao ano passado", disse o Nikkei Asian Review à Reuters, acrescentando que "a procura está boa por enquanto. Mas há que ter cuidado para não sermos muito otimistas".

Os recentes melhoramentos nos iPhones, incluindo uma nova câmara e uma duração superior da bateria, parecem estar a convencer os utilizadores.

Os novos aparelhos estão à venda por um preço inferior, face aos últimos lançamentos. O iPhone 11 pode ser comprado a partir de 699 dólares, menos 50 dólares do que o modelo anterior. 

Em setembro, a Apple apresentou três smartphones da nova geração: o iPhone 11 Pro, o iPhone 11 Pro Max e o iPhone 11 – que substituem, respetivamente, os modelos XS, XS Max e XR. Os preços começam nos 699 dólares, seguindo-se o Pro a 999 dólares e o Pro Max a 1.099 dólares. A linha Pro substitui a denominação Plus, a versão de maior dimensão do smartphone.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI