Tecnologias Buffett reforça na Apple

Buffett reforça na Apple

No espaço de três meses, o multimilionário ampliou em 55% a sua participação na empresa da maçã, tendo no entanto reduzido a presença na Wal Mart e na Suncor Energy.
Buffett reforça na Apple
Paulo Zacarias Gomes 15 de agosto de 2016 às 21:56

A Berkshire Hathaway, detida pelo multimilionário Warren Buffet, reforçou no espaço de três meses a sua presença no capital da tecnológica Apple.

 

De acordo com uma comunicação feita pela empresa nesta segunda-feira, 15 de Agosto, a companhia aumentou em mais de 50% a sua participação, passando de 9,81 milhões de acções no final de Março para 15,23 milhões de títulos em 30 de Junho.  

 

A queda dos preços das acções da Apple no segundo trimestre – na ordem dos 12% de acordo com contas da Bloomberg - não terá sido alheia a este movimento, permitindo comprar mais barato no mercado. Segundo a Reuters, está ainda por perceber se o investimento terá sido feito em nome do próprio Buffett ou de um dos seus gestores de activos, Todd Combs ou Ted Weschler.

No primeiro trimestre do ano a holding de Buffett tinha aplicado cerca de mil milhões de dólares para comprar a participação inicial na empresa de Tim Cook, um sinal de confiança que levou então a companhia de novo ao topo das mais valiosas do mundo. 

 

O reforço segue-se à redução da presença da Berkshire em empresas como a retalhista Wal-Mart, onde passou a deter 40,2 milhões de acções face a 55,2 milhões três meses antes, ou a Deere & Co e a Suncor Energy. Outras empresas onde o multimilionário detém importantes fatias de capital, como a American Express ou a IBM estão no entanto a desiludir em bolsa.

 

As acções da Apple fecharam a sessão desta segunda-feira a somar 1,2% para os 109,48 dólares.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI