Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carrapatoso diz «não é urgente nomear administração» da Anacom

António Carrapatoso, presidente da Vodafone Telecel, disse hoje que «não é urgente nomear uma nova administração para a Anacom», sublinhando que a actuação do regulador sob presidência de Luís Nazaré foi «globalmente positiva».

Bárbara Leite 30 de Janeiro de 2002 às 16:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
António Carrapatoso, presidente da Vodafone Telecel disse hoje que «não é urgente nomear uma nova administração para a Anacom (Autoridade Nacional de Comunicações)», sublinhando que a actuação do regulador sob presidência de Luís Nazaré foi «globalmente positiva».

«Avaliamos globalmente positiva a actuação do ICP (que se passou a denominar Anacom) nos últimos anos», afirmou hoje António Carrapatoso.

Na conferência de imprensa para apresentação dos resultados relativos ao terceiro trimestre de 2001, Carrapatoso apontou, no entanto, falhas à actuação do órgão regulador sob a presidência de Luís Nazaré que comunicou esta semana que não estava disponível para renovar o mandato para mais cinco anos.

«Desde logo, a liberalização da rede fixa devia ter sido antes», em Janeiro de 1998 e não em Janeiro de 2000, como veio a acontecer, acrescentou Carrapatoso.

«Devia ter sido mais dinâmico o processo da oferta do lacete local», adiantou Carrapatoso, afirmando que deveriam ter sido «clarificados os direitos de passagem» na rede de telecomunicações.

Para Carrapatoso, «não é urgente nomear uma nova administração para a Anacom», sugerindo que a mesma só deverá ser nomeada após as próximas eleições legislativas de 17 de Março.

Carrapatoso faz parte do conselho consultivo do presidente do Partido Social Democrata e da Comissão Eleitoral para as legislativas do partido liderado por Durão Barroso que se vai candidatar a primeiro-ministro nas próximas eleições legislativas.

«Parece prudente reflectir sobre se se justifica uma nova administração antes das eleições», afirmou Carrapatoso, lembrando que a Anacom representa um papel «importante» no mercado de telecomunicações.

Luís Nazaré vai estar em funções até à nomeação pelo Governo no novo presidente da Anacom.

Outras Notícias