Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carrapatoso diz «quando todos baixámos os preços ninguém disse nada»

O presidente da Vodafone Telecel, embora compreenda a atenção da Autoridade da Concorrência sobre a subida dos preços das operadoras móveis, defende que é um movimento perfeitamente normal e «quando baixámos os preços ao mesmo tempo, ninguém disse nada».

Bárbara Leite 03 de Junho de 2003 às 15:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O presidente da Vodafone Telecel, António Carrapatoso, embora compreenda a atenção da Autoridade da Concorrência sobre a subida dos preços das operadoras móveis, defende que é um movimento perfeitamente normal e «quando baixámos os preços ao mesmo tempo, ninguém disse nada».

À margem da assinatura do protocolo para prestar informação técnica das radiações das antenas das operadoras móveis, Carrapatoso questionado sobre a subida das comunicações nos telemóveis em Maio determinado pelas três empresas, lembrou que «tivémos durante 10 anos a baixar os preços em conjunto. Nessa altura, ninguém disse nada».

Em Maio passado, a TMN foi a primeira a anunciar uma subida de 3% nos preços das chamadas de voz e dados, decisão seguida pela Vodafone Telecel e pela Optimus que também decidiram aumentar os preços na mesma amplitude.

«É normal, com o abrandamento do mercado e com o líder (TMN) a tomar a iniciativa de aumentar os preços, que os outros operadores também aumentem os preços», acrescentou Carrapatoso.

Apesar da subida do preço de chamadas móveis, os gastos com telecomunicações vão descer. «Os preços aumentaram só nas chamadas de saída, mas as tarifas de interligação entre o fixo-móvel vão descer significativamente», assegurou a mesma fonte, adiantando que «o mix das chamadas não vai necessariamente aumentar».

A queda das tarifas entre os telefones fixos e móveis «vão descer mais que 3%», destacou a mesma fonte.

Ver comentários
Outras Notícias