Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carro eléctrico voador que descola na vertical poderá ser o futuro dos transportes

A empresa alemã Lilium Jet testou com sucesso um "carro voador", que poderá ser usado, nomeadamente, como táxi.

Negócios 23 de Abril de 2017 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os carros voadores deixarão, muito em breve, de pertencer apenas ao reino da imaginação. Várias empresas estão a testar protótipos nesse sentido e a alemã Lilium Jet acaba de dar mais um passo, batendo a Google e a Uber, ao testar com êxito uma VTOL (Vertical Take-Off and Landing – descolagem e aterragem vertical), sublinha o The Guardian.

 

A Lilium, sediada em Munique, que é apoiada por vários investidores – entre os quais se incluem Niklas Zennström, co-fundador do Skype –, anunciou que o seu carro voador de cinco lugares, que será capaz de descolar e aterrar verticalmente, poderá ser usado como táxi aéreo citadino e como veículo de partilha de boleias, refere o jornal britânico.

 

Nos testes de voo já realizados, um protótipo de dois lugares executou manobras semelhantes às de um avião convencional, referiu a Lilium.

 

Entre os principais concorrentes da Lilium estão empresas como a Tesla, a Airbus e a Uber.

No caso da construtora aeronáutica europeia, destaca-se o Pop.Up. Trata-se, basicamente, de uma cabina para voar e circular. "Circula à superfície, como um automóvel, e também no ar, como um helicóptero. Permite, desta forma, evitar os engarrafamentos e chegar a qualquer lado. A ideia provém da companhia aeronáutica Airbus e da empresa de design Italdesign, que se associaram para conceber este veículo conceptual chamado Pop.Up", conforme explica o El Motor.

 

O Pop.Up é composto por três partes: a central, ou cabina, com espaço para duas pessoas (2,6 metros de largura); a superior, ou aérea (4,4 metros); e a inferior (3,1 metros). Chega aos 100km/h, com as hélices e as rodas, e a sua carcaça leve permite-lhe ter 130 km de autonomia no solo e 100 km no ar. Segundo a Airbus, o projecto poderá ser uma realidade dentro de 7 a 10 anos.

 

Uma outra novidade recente veio das mãos da eslovaca AeroMobil, que anunciou na semana passada, num salão automóvel no Mónaco, que vai começar a aceitar encomendas para um carro voador híbrido que pode circular nas estradas. A produção, destacou, está prevista a partir de 2020.

 

No caso do carro voador da Lilium, a empresa alemã salienta que é o único jacto eléctrico capaz de descolar e aterrar na vertical. 

Ver comentários
Saber mais Uber Lilium Google VTOL Airbus Niklas Zennström Skype Tesla Pop.Up transportes
Mais lidas
Outras Notícias