Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Colaboradores da PT já pagam o café com o telemóvel

O Grupo Portugal Telecom está a testar um novo sistema de pagamento com recurso ao telemóvel. Os cerca de 11 mil trabalhadores da operadora fazem parte de um projecto piloto, podendo já pagar um café ou um bolo, através do telemóvel em três dos edifícios da companhia.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 20 de Março de 2012 às 17:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
Com o TMN Wallet qualquer colaborador da Portugal Telecom poderá adquirir produtos nas máquinas de venda automática, no bar ou nos serviços de venda personalizada que estão em três dos edificios da PT.

Este serviço dispensa o recurso a dinheiro para comprar um café, um bolo ou uma fruta nos dois edifícios da PT em Lisboa e no edifício de Aveiro.

Durante os próximos três meses, a PT irá aferir a adesão dos seus colaboradores e o seu comportamento de compra, para posteriormente transformar este piloto numa oferta comercial.

Tiago Lopes, director de dados e conteúdos multiplataforma da PT, não quis avançar com datas mas “será seguramente este ano”.

Os pagamentos são feitos com recurso a novas tecnologias como o NFC (Near Field Communication- tecnologia que permite interacção apenas com a proximidade dos dispositivos), SMS (sistema de mensagens escrita), USSD (Unstructured Supplementary Service Data- outro tipo de mensagens curtas utilizado em mercados como o timorense ou africano) ou QR Codes (código de barras em 2D).

“O NFC vai ser o futuro, mas como ainda não está muito dessiminado também vamos permitir o uso de SMS e QR Codes”, detalhou Tiago Lopes. Contudo, em breve a TMN irá promover um telemóvel da Hawei de preço mais baixo (100 euros) que já conta com NFC.

Para que este sistema seja implementado comercialmente, o Grupo PT está ainda em conversações com diversas entidades, nomeadamente com comerciantes e instituições bancárias.

Tiago Lopes, num encontro com jornalistas, explicou que o modelo ainda não está definido, nomeadamente quanto é que os comerciantes pagarão por este tipo de pagamento. Uma coisa é certa, para o consumidor não haverá encargos adicionais.

“Os comerciantes vão poder reduzir as filas de espera e deixar de ter problemas com os trocos neste tipo de pequenos pagamentos e os consumidores vão controlar melhor os seus pequenos gastos”, acrescentou o responsável.

Em finais de 1994, a Sibs, em parceria com os bancos, lançou o Porta Moedas Multibanco, um cartão destinado a pequenas compras. Dez anos depois decidiu terminar o projecto devido à fraca utilização do mesmo.

Celso Martinho, Diretor de Tecnologia do Sapo, referiu que este novo projecto da PT é em tudo diferente, pois “os tempos são outros, a taxa de crescimento do comércio electrónico aumentou e o PMB esteve à frente do seu tempo”. O responsável sublinhou que o TMN Wallet não é só destinado às pequenas compras, podendo ser alargado a todo o tipo de aquisições.

Quanto ao investimento por parte do comerciante que pretender aderir a este sistema, Tiago Lopes referiu que poderá rondar para já os 300 euros, ou seja, o valor de um telemóvel, mas “ainda estamos em fase piloto, os preços vão baixar”.

Neste momento, os colaboradores da PT precisam apenas de se registar no TMN Wallet e proceder ao carregamento da sua carteira virtual através de Multibanco, cartão de crédito e PayPal.

Celso Martinho, director de tecnologia do Sapo, explica como funciona os terminais através da tecnologia NFC. Apenas com a aproximação do telemóvel ao terminal é possível proceder à aquisição de um café.






Quem não possua um “smartphone” com a tecnologia NFC não fica de fora do projecto TMN Wallet. Através de QR Code (Código de barras 2D) ou de um simples SMS é possível também fazer o pagamento de qualquer produto.




Em três dos edificios da PT, dois em Lisboa e um em aveiro, já é possivel pagar através do TMN Wallet. Os 11 mil colaboradores da operadora são convidados a participar neste projecto durante os próximos três meses.

Ver comentários
Saber mais tecnologias Portugal Telecom pagar café com telemóvel
Outras Notícias