Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CTT Expresso com quota de 32,2%

Empresa quer apostar no mercado ibérico e América Latina.

Alexandra Noronha anoronha@negocios.pt 21 de Maio de 2012 às 17:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A CTT Expresso fechou o ano de 2011 com uma quota de mercado de 32,2% no “segmento do correio prioritário [CEP]”, segundo adiantou a empresa em comunicado, citando informação do regulador do sector, a ANACOM.

“Os dados do regulador do sector revelam que a CTT Expresso movimentou 9.778.434 objectos em 2011, mais 452.253 do que o segundo maior operador deste segmento do mercado (em envios até 20 kg). Com cobertura em todo o território nacional e um volume de negócios próximo dos 80 milhões de euros, a empresa tem uma facturação 2,5 vezes superior face ao concorrente mais próximo, considerando a actividade nas áreas CEP e logística”.

Recorde-se que esta questão tem levantado alguma polémica com o principal concorrente dos CTT neste segmento, a Chronopost, que tem vindo a reclamar a liderança no correio expresso. A empresa diz ainda que a “CTT Expresso facturou 77,2 milhões de euros, correspondentes a uma quota de 21,7%, face a 12,2% e 9,4% dos concorrentes mais próximos”.

A operadora revela também que o seu plano de expansão “inclui a ampliação em 30% capacidade do armazém de logística do MARL, dotando-o de uma área com 13 mil metros quadrados e duplicando a capacidade para 14 mil paletes, e a modernização e criação de novas instalações em Torres Novas, Viseu e Porto”.

A empresa está ainda a apostar no mercado ibérico, através da empresa Tourline. “A aposta visa aumentar a facturação até 2014, potenciando a proximidade da Península Ibérica à América Latina através da captação de clientes nos dois continentes”, diz a CTT Expresso em comunicado.
Ver comentários
Saber mais CTT Expresso Correio
Outras Notícias