Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ecrãs planos sofrem mais de 10 reduções de preços desde Julho

O preço dos ecrãs de cristais líquidos (LCD), usados em computadores e televisores, caíram mais de dez vezes desde Julho devido ao excesso de oferta no mercado, segundo uma pesquisa de mercado da WitsView Technology.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 05 de Agosto de 2004 às 11:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O preço dos ecrãs de cristais líquidos (LCD), usados em computadores e televisores, caíram mais de dez vezes desde Julho devido ao excesso de oferta no mercado, segundo uma pesquisa de mercado da WitsView Technology.

O preço dos ecrãs de 17 polegadas, que são usados nos computadores, caiu para 250 dólares (207,31 euros), de 280 dólares (232,18 euros) em Julho, depois de 10 reduções.

As empresas aumentaram a produção destes ecrãns para acompanhar o crescimento das vendas, que duplicou durante este ano para 5,1 mil milhões de dólares, de acordo com um estudo da DisplaySearch.

As margens brutas, ou a percentagem das vendas depois dos custos de produção, ascenderam ao máximo de 40% nos ecrãs planos de televisores, comparando com 30% nos monitores de computadores, segundo Helen Hang, analista da Goldman, Sachs & Co.

Os preços dos LCD para televisões caíram 5% em cada mês no segundo trimestre, depois da procura ter ficado abaixo do previsto pelos fornecedores, segundo a Isuppli, citada pela Bloomberg. Os preços dos LCD subiram para um nível a partir do qual «o mercado parou», de acordo com a mesma fonte, acrescentando que o preço dos ecrãs dos computadores caíram menos que os monitores de televisão.

A Chi Mei Optoelectronics, fabricante de ecrãs, espera alcançar uma quota de mercado de 20% no sector de monitores televisivos. A empresa está a virar-se para um mercado dominado pela Sharp e pela LG Philips. A Sharp dominou durante o ano passado com uma quota de mercado de 28%, enquanto a LG Philips deteve 26% de quota de mercado, segundo a DisplaySearch.

Outras Notícias