Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ericsson estima aumento da margem bruta em 2004

A Ericsson, maior fabricante de redes móveis, estima que poderá registar um aumento da margem bruta em 2004, com a estabilização da procura e a redução de custos, revelou o presidente executivo, Carl-Henric Svanberg.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 07 de Novembro de 2003 às 12:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Ericsson, maior fabricante de redes móveis, estima que poderá registar um aumento da margem bruta em 2004, com a estabilização da procura e a redução de custos, revelou o presidente executivo, Carl-Henric Svanberg.

A margem bruta, que mede quanto é que a empresa ganha após pagar as despesas de produção, poderá ultrapassar os objectivos de 36,5% das vendas em 2004, avançou Svanberg.

No terceiro trimestre, a margem bruta da Ericsson situava-se nos 35,9%.

«Vemos oportunidades de crescimento da margem no próximo ano», referiu a mesma fonte, sublinhando que este ano esta rubrica não ultrapassará os objectivos já traçados.

Os prejuízos da Ericsson registaram um decréscimo de 22%, no terceiro trimestre, influenciados pela redução de custos. As perdas da Ericsson atingiram os 3,9 mil milhões de coroas suecas (433,2 milhões de euros).

Os resultados do quarto trimestre irão «demonstrar um crescimento significativo», face ao trimestre anterior, devido à sazonalidade. A empresa prevê reduzir a sua força de trabalho, no próximo ano, em 55% (face aos números de 2000) para os 47 mil colaboradores.

Mais lidas
Outras Notícias