Tecnologias Executivo da Apple propôs oferta para comprar a Time Warner

Executivo da Apple propôs oferta para comprar a Time Warner

Eddy Cue, gestor da empresa que criou o iPhone, levantou a possibilidade de comprar o grupo de media e entretenimento, numa reunião com a dona da HBO e CNN, avança o Financial Times.
Executivo da Apple propôs oferta para comprar a Time Warner
Bloomberg
Negócios 26 de maio de 2016 às 12:45

Um dos executivos de topo da Apple propôs uma oferta pela Time Warner, numa reunião com a dona da HBO, CNN e Warner Brothers, noticiou o Financial Times, que cita três fontes próximas do processo não identificadas. 

O gestor em causa, Eddy Cue, é responsável por negócios centrais para a Apple, como o iTunes, Apple Music e iCloud, tendo lançado a ideia no final do ano passado durante um encontro com Olaf Olafsson, que lidera a estratégia empresarial da Time Warner.  


A reunião, na sede de Manhattan do grupo de media, foi convocada para discutir outras relações comerciais entre as duas companhias, como por exemplo a inclusão potencial dos canais de cabo da Time Warner num serviço de streaming de vídeo da criadora do iPhone.


Estas discussões, no entanto, não passaram de uma fase preliminar, adiantou o Financial Times, e nunca incluíram o CEO da Apple, Tim Cook nem o seu congénere da Time Warner, Jeff Bewkes.


Nem a Apple nem o grupo de media comentaram esta informação. A Time Warner tem um valor de mercado de cerca de 60 mil milhões de dólares (53,8 mil milhões de euros) e mostra o desejo da Apple em oferecer os seus próprios conteúdos.


A empresa de Cupertino pretende ainda diversificar a sua área de actuação, como se percebeu pela aposta na Didi, uma "start-up" chinesa, concorrente da Uber e que conta com 300 milhões de utilizadores naquele país.


A Time Warner tem activos valiosos na área da produção de conteúdos e entretenimento. A HBO produz as séries Guerra dos Tronos, Sillicon Valley e Veep. A Warner Brothers é o maior produtor de filmes e programas televisivos da Hollywood. A Turner detém vários canais por cabo e os direitos da NBA.


Há dois anos, a 21st Century Fox, de Rupert Murdoch, lançou uma oferta não solicitada pela empresa, que foi rejeitada.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI