Tecnologias Falha do Facebook tornou públicos os conteúdos privados de 14 milhões de utilizadores

Falha do Facebook tornou públicos os conteúdos privados de 14 milhões de utilizadores

Um erro de software afectou as configurações de privacidade das contas de 14 milhões de utilizadores do Facebook. A falha levou a que as publicações privadas se tornassem públicas.
Falha do Facebook tornou públicos os conteúdos privados de 14 milhões de utilizadores
Robert Galbraith/Reuters
Raquel Murgeira 08 de junho de 2018 às 12:17

O Facebook volta a estar no centro das atenções num novo escândalo de privacidade, depois de ter tornado públicos os conteúdos privados de mais de 14 milhões de utilizadores. A rede social assumiu que um erro de software esteve na origem do problema, segundo avança o Business Insider.

O "bug" aconteceu entre os dias 18 e 27 de Maio e já foi corrigido pela plataforma social. Os utilizadores afectados por este erro vão começar a ser notificados esta sexta-feira, 8 de Junho, de modo a que confirmem se as publicações voltaram a estar em modo privado.

"Encontrámos recentemente um erro que sugeria automaticamente publicar conteúdos em formato público quando as pessoas estavam a criar a sua publicação no Facebook. Já corrigimos este problema e, a partir de hoje, estamos a notificar todos os afectados e a pedir para que façam uma revisão das suas publicações desse período. Este erro não teve impacto nas publicações anteriores - os utilizadores podem continuar a escolher o público que querem que veja as suas publicações como sempre fizeram. Gostaríamos de pedir desculpa", afirmou Erin Egan, directora de privacidade do Facebook, citada no Business Insider.

Esta é a mais recente polémica do Facebook, que nos últimos meses tem estado envolvido numa série de escândalos. Na passada quarta-feira, 6 de Junho, foi também conhecido que o Facebook partilhou os dados de utilizadores com quatro empresas chinesas, incluindo o grupo de telecomunicações Huawei, agravando a pressão sobre a política de privacidade da empresa.

Desde Março que a rede social está sob fogo e a responder ainda pelo escândalo da Cambridge Analytica, que usou indevidamente os dados pessoais de 87 milhões de contas do Facebook em todo o mundo e de cerca de 67 mil pessoas em Portugal. 

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI