Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Glintt com quebra de receitas consegue subida de 2% dos lucros

EBITDA cresceu 7% mas custos financeiros só permitiram uma subida de 2% dos resultados líquidos da tecnológica.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 27 de Julho de 2012 às 18:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
As receitas da Glintt não fugiram à austeridade que se faz sentir em Portugal. Nos primeiros seis meses do ano, o volume de negócios foi penalizado o que, ainda assim, não impediu a subida do lucro.

O volume total de receitas da tecnológica ascendeu a 45,1 milhões de euros entre Janeiro e Junho de 2012, o que corresponde a um valor 6% abaixo do registado no período homólogo, de acordo com o comunicado emitido através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A penalizar estiveram as prestações de serviços. No segundo trimestre, o deslize das receitas foram na ordem dos 9%.

Segundo a empresa presidida por Manuel Mira Godinho, este resultado reflecte “algum atraso nas decisões de contratação de serviços profissionais de IT [tecnologia da informação] por parte dos clientes” e, também, por “novas soluções de negócios”, que juntam “produtos e serviços” com o intuito de aproveitar os recursos.

Apesar disso, o resultado operacional bruto (EBITDA – resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) subiu 7% em relação aos primeiros seis meses do ano, ficando nos 3,66 milhões de euros. Para isso, contribuiu a redução dos custos das vendas e dos subcontratos. A margem de EBITDA ficou-se nos 8,1%.

Os resultados líquidos da Glintt, por sua vez, subiram apenas 2%, passando de 608 mil euros para 623 mil. A diferença da evolução do EBITDA e do lucro deve-se, segundo a empresa, ao elevado crescimento dos custos financeiros, que subiram 47% em termos homólogos.

“Para o ano de 2012, a expectativa da Glintt é obter um volume de negócios e um EBITDA em linha com os valores de 2011, mas com um maior contributo da componente internacional”, aponta a empresa de Manuel Mira Godinho. No ano passado, as receitas ficaram-se pelos 94,46 milhões de euros.
Ver comentários
Saber mais Glintt Manuel Mira Godinho
Outras Notícias