Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Glintt prolonga prazo para a venda das três subsidiárias

A concretização da venda de três subsidiárias da Glintt poderá ser adiada por 15 dias, face ao inicialmente previsto, revelou esta sexta-feira a tecnológica em comunicado.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 20 de Novembro de 2015 às 11:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Glintt informou a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) de que esta sexta-feira, 20 de Novembro, celebrou "um aditamento ao contrato para a venda da totalidade do capital das subsidiárias Glintt-Business Process Outsourcing S.A., Netpeople-Tecnologias de Informação S.A. e Glintt-Technology Enabled Services S.A".

 

No comunicado enviado ao regulador, a Glintt explica que houve uma prorrogação por 15 dias, dos 60 inicialmente previstos para 75 dias, do "prazo para verificação das condições suspensivas a que se encontra sujeito" o contrato relacionado com a venda de três subsidiárias da empresa.

 

A 22 de Setembro a Glintt anunciou a venda das três subsidiárias por um montante de 7 milhões de euros, numa operação que referiu enquadrar-se "no plano de reestruturação da organização corporativa e das áreas de negócio". Nessa altura, a Glintt revelava que a operação deveria estar concretizada em 60 dias, sendo que agora a conclusão do processo poderá verificar-se somente ao cabo de 75 dias.

 

Ainda assim, no comunicado enviado esta manhã à CMVM, a Glintt específica que apesar do aditamento ao contrato de compra e venda celebrado, a concretização da venda pode ainda verificar-se "no prazo inicialmente estabelecido".

As acções da Glintt seguem a ceder 0,41% para 0,24 euros. 

Isto no último dia da oferta pública de aquisição (OPA) lançada por parte da Farminvest, que a 15 de Setembro ofereceu 0,241 euros por cada acção da cotada. A Farminvest detém actualmente 50,76% da Glintt.

Ver comentários
Saber mais Glintt CMVM OPA Farminvest bolsa
Outras Notícias