Tecnologias Huawei prevê fechar 2018 com mais 21% de receitas

Huawei prevê fechar 2018 com mais 21% de receitas

A Huawei espera encerrar este ano com receitas de 95,7 mil milhões de euros, uma subida de 21% face a 2017. A empresa estimou, em Agosto, que as expedições de smartphones este ano superem a fasquia de 200 milhões de unidades.
Huawei prevê fechar 2018 com mais 21% de receitas
Reuters
Negócios 27 de dezembro de 2018 às 10:30

A Huawei espera encerrar este ano com receitas de 95,7 mil milhões de euros, uma subida de 21% face a 2017 e um recorde da empresa, referiu o "chairman", Guo Ping, numa mensagem aos funcionários do gigante tecnológico.

A tecnológica chinesa, maior fabricante mundial de equipamento de telecomunicações e segundo maior produtor de smartphones, tem enfrentado pressões internacionais, em particular dos EUA, por receios de que os seus equipamentos facilitem espionagem por parte da China.


Na mensagem aos empregados, Guo Ping indicou que a Huawei assegurou 26 contratos de 5G, a nova geração de comunicações móveis.


O episódio mais recente das tensões com os EUA foi a detenção no Canadá de Sabrina Meng, "chief financial officer" (CFO) da Huawei e filha de Ren Zhengfei, fundador da empresa. Sabrina Meng foi libertada sob fiança a 11 de Dezembro. Os EUA alegam que a CFO da Huawei defraudou bancos com transacções relacionadas com o Irão.


De acordo com a Reuters, a Casa Branca está a estudar implementar uma ordem executiva já em Janeiro que proíbe as empresas norte-americanas de utilizar equipamentos de telecomunicações fabricados pela Huawei e pela ZTE, os dois maiores fabricantes chineses deste tipo de aparelhos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI