Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Indústria vídeo-jogos norte-americana «perde» 2,2 mil milhões de euros com pirataria informática

A indústria de jogos de vídeo norte-americana deixou de facturar cerca de 1,9 mil milhões de dólares em 2001 (2,2 mil milhões de euros), devido à pirataria de informática, onde os maiores mercados do sector encontram-se na Coreia do Sul e na China,

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 15 de Fevereiro de 2002 às 17:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A indústria de jogos de vídeo norte-americana deixou de facturar cerca de 1,9 mil milhões de dólares (2,2 mil milhões de euros), em 2001, devido à pirataria de informática, onde os maiores mercados do sector encontram-se na Coreia do Sul e na China, segundo relatório da Aliança Internacional pela Propriedade Intelectual (IIPA).

A IIPA pede ás autoridades que tomem medidas mais eficazes contra 50 países que não «fazem o necessário» para deter a pirataria principalmente de computadores pessoais e consolas, divulgou a mesma fonte.

Com o lançamento de três novas consolas em 2001, o mercado norte-americano atingiu os 9,4 mil milhões de dólares (10,8 mil milhões de euros) e onde o número de unidades vendida aumentou 39%.

O jogo mais vendido para consolas de jogos foi o «Grand Theft Auto 3» da Take-Two Interactive, com dois milhões de cópias vendidas desde Outubro do ano passado.

2001 foi marcado pelo lançamento de duas novas consolas, a Xbox da Microsoft e a GameCube da Nintendo que também introduziu no mercado o novo Gameboy Advance.

Outras Notícias