Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jeffrey Immelt abandona cargo de CEO da General Electric após 16 anos

Desde 2001 que Jeffrey Immelt ocupa o cargo de CEO e Chairman da General Electric. Um mandato que vai terminar a 31 de Julho. O senhor que se segue é John Flannery, que assume a presidência executiva a 1 de Agosto e o cargo de chairman a 1 de Janeiro do próximo ano.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 12 de Junho de 2017 às 13:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Desde 7 de Setembro de 2001 que Jeffrey Immelt comandava os destinos da norte-americana General Electric (empresa que opera em vários segmentos como infra-estruturas, tecnologia e serviços financeiros). Mas pouco antes de concretizar 16 anos no cargo, Immelt vai passar a pasta a John Flannery. Um gestor que Immelt, em comunicado citado pela CNBC, defende ser "a pessoa certa para liderar a GE de hoje". Flannery "vai ter a confiança dos investidores, dos nossos clientes e da equipa da GE".

Flannery, até aqui presidente e CEO da GE Healthcare, vai assumir o cargo de CEO da GE a 1 de Agosto e a partir de 1 de Janeiro do próximo ano vai também acumular o cargo de chairman, de acordo com a Bloomberg. A empresa, citada pela agência, aponta que esta nomeação de John Flannery enquadra-se no planeamento que tem vindo a ser feito desde 2011 para a sucessão. "O anúncio de hoje é a maior honra da minha carreira", disse o próximo presidente executivo da norte-americana. "Sou um privilegiado por ter estado nos últimos 16 anos na empresa a trabalhar para Jeff, um dos grandes líderes empresariais do nosso tempo", acrescentou citado pela CNBC.

John Flannery "tem liderado áreas complexas como a financeira e a industrial por todo o mundo, incluindo a gestão da GE Healthcare, da GE na Índia e a equipa de desenvolvimento de negócio da GE durante a aquisição bem-sucedida da Alstom", afirmou Jack Brennan, principal director independente da empresa. "John tem tido uma influência directa na direcção da empresa, a sua saúde financeira e a sua posição enquanto principal empresa industrial digital do mundo", acrescentou, citado pela Bloomberg.

De acordo com o Financial Times, Jeffrey Immelt, durante o seu mandato foi responsável pela transformação da GE. A empresa afastou-se dos serviços financeiros e focou-se mais profundamente na sua unidade industrial. Contudo, esta mudança não produziu sucesso rapidamente. Segundo a mesma fonte, a materialização dos ganhos desta alteração tem sido lenta devido, nomeadamente, a queda dos preços do petróleo, que teve efeito na procura de equipamentos por parte da indústria energética.

As acções da empresa estão já a reagir a esta notícia. Na bolsa alemã, as acções da General Electric sobem 3,93% para 25,81 euros. Apesar deste ganho, desde o início do ano os títulos da empresa em Frankfurt recuam 14,38%. A companhia tem uma capitalização bolsista superior a 224 mil milhões. Nos Estados Unidos, o mercado ainda não abriu. Mas desde o início do ano, a GE tem uma desvalorização de 11,58% e uma capitalização bolsista acima dos 242 mil milhões de dólares.

Ver comentários
Saber mais Jeffrey Immelt General Electric CNBC John Flannery Estados Unidos CEO GE Healthcare
Outras Notícias