Tecnologias Fabricante do "Magalhães" ganha negócio na Bolívia no valor de 58 milhões de dólares

Fabricante do "Magalhães" ganha negócio na Bolívia no valor de 58 milhões de dólares

A JP – Inspiring Knowlegde, empresa que lançou os computadores “Magalhães”, ganhou um concurso internacional para desenvolver, na Bolívia, o projecto educativo deste país. Este projecto prevê a construção de uma fábrica naquele território e a produção de equipamentos para os estudantes bolivianos.
Fabricante do "Magalhães" ganha negócio na Bolívia no valor de 58 milhões de dólares
Rui Oliveira/Correio da Manhã
Ana Laranjeiro 13 de janeiro de 2014 às 13:57

A JP – Inspiring Knowlegde, a empresa que lançou os computadores “Magalhães”, foi seleccionada pela Bolívia para “o desenvolvimento tecnológico do seu projecto educativo”, de acordo com o comunicado da empresa enviado às redacções.

 

Este projecto que a empresa portuguesa arrecadou - e que estava a ser disputado igualmente por empresas da Argentina e do continente asiático - prevê a construção de uma fábrica naquele país da América do Sul e a produção de equipamentos para os estudantes bolivianos.

 

Para este ano está prevista a entrega de 125 mil equipamentos que incluem, de acordo com o comunicado, “computadores para professores, convertíveis para alunos, tablets desenhados para a educação e os novos dispositivos ‘2 em1’ (tablets e computador simultaneamente)”.

 

Este projecto envolve um volume de negócios no valor de 58 milhões de dólares, ou seja, mais de 42 milhões de euros, e a primeira fase do projecto tem a duração de 15 meses. Os trabalhos começam já no próximo mês de Fevereiro.

 

Jorge Sá Couto, presidente da empresa, em comunicado, destaca que a empresa tem “muito orgulho em promover Portugal, com a entrada em mais um país”. “Trata-se de uma dupla vitória. O resultado deste concurso internacional vem reforçar e premiar o esforço diário de toda a equipa JP”, acrescenta.




pub