Tecnologias Lucros e receitas trimestrais da Apple aquém das estimativas

Lucros e receitas trimestrais da Apple aquém das estimativas

A tecnológica liderada por Tim Cook reportou um lucro por acção abaixo do esperado e um volume de negócios que também foi inferior ao que o mercado projectava.
A carregar o vídeo ...
Carla Pedro 26 de abril de 2016 às 21:41

A Apple registou um lucro por acção de 1,90 dólares no seu segundo trimestre fiscal, terminado em Março, ficando assim abaixo dos 2 euros esperados pelo consenso de mercado. O resultado líquido total desceu para 10,5 mil milhões de dólares.

 

A facturação, por seu lado, ascendeu a 50,6 mil milhões de dólares (uma queda de 13% face ao período homólogo de 2015), contra uma estimativa média de 52 mil milhões apontada pelos analistas sondados pela Bloomberg.

 

Os 13 anos de crescimento trimestral contínuo chegaram assim ao fim nestes primeiros três meses de 2016, com as vendas de iPhones a caírem 16% no mesmo período (para 51,2 milhões, contra 61,2 milhões um ano antes).

 

Além da queda das receitas no seu segundo trimestre, a tecnológica espera outro recuo no trimestre em curso (que é o seu terceiro trimestre fiscal), dado que as vendas do iPhone estão a cair.

 

A empresa projecta um volume de negócios entre 41 e 43 mil milhões de dólares no trimestre que termina em Junho, contra previsões médias do mercado que apontam para 47,4 mil milhões.

As acções da Apple seguem a perder 8,3% na negociação "after-hours" da bolsa nova-iorquina, depois de terem encerrado a sessão regular a ceder perto de 1% para 104,35 dólares – o que lhe valeu uma capitalização bolsista de cerca de 759 mil milhões de dólares, mantendo-se assim como a maior empresa por valor de mercado.

Os receios em torno de uma desaceleração da procura de "smartphones" contribuíram para uma queda de quase 20% nos títulos da Apple ao longo dos últimos 12 meses. 


(notícia em actualizada às 23:25)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI