Tecnologias MB Way duplica utilizadores para dois milhões num ano

MB Way duplica utilizadores para dois milhões num ano

A aplicação MB Way regista cada vez mais clientes e operações. Paralelamente, o número de instituições que exige uma comissão para aceder ao serviço também cresce, assim como as burlas.
MB Way duplica utilizadores para dois milhões num ano
Ana Batalha Oliveira 26 de novembro de 2019 às 14:59

O MB Way chegou aos dois milhões de utilizadores, conseguindo duplicar este número no espaço de um ano.

A SIBS, a criadora e responsável pela aplicação MB Way, justifica a evolução do número de utilizadores com o impulso dado por novas funcionalidades da aplicação. Um exemplo é a possibilidade de aderir a este serviço com números de telemóveis internacionais, mas campanhas promocionais em datas especiais também têm contribuído, garante a empresa.

A acompanhar o aumento dos utilizadores está uma subida no número de operações: a cada mês são feitas mais de um milhão de compras e 5 milhões de operações. O crescimento, aponta a SIBS, tem sido superior a 10% mensais.

À disposição dos dois milhões de utilizadores estão mais de 220 mil terminais de pagamento que permitem executar a ordem através de um QR Code, recorrendo, portanto, apenas ao telemóvel. Além desta possibilidade, os utilizadores podem recorrer aos serviços da MB Way para compras online, geração de cartões virtuais, transferências, levantamento de dinheiro e utilização da rede multibanco sem cartão.

A MB Way classifica-se como "multicanal" porque não só conta com a aplicação própria como também integrou aplicações de instituições bancárias. Os bancos têm, um a um, mudado a sua política no sentido de cobrar comissões por operações feitas na aplicação MB Way e oferecido este serviço gratuitamente nas suas próprias plataformas. A última instituição a anunciar que irá passar a cobrar foi a Caixa Geral de Depósitos (CGD), que se junta assim ao BPI, Millennium BCP, Santander e Caixa Agrícola.

Burlas também têm aumentado

A Polícia de Segurança Pública (PSP) informou, através da página de Facebook, que o número de burlas através de MB Way aumentou substancialmente em 2019. Enquanto no total do ano passado se contaram 99 registos, até maio deste ano o número já ascendia a 135.

A PSP explica que, no geral dos casos, a burla consiste no aproveitamento dos anúncios que as vítimas colocam online para a venda de objetos, em sites dedicados a este tipo de comércio como o Olx ou o CustoJusto. Já Olx, num comunicado emitido a posteriori, garantiu que registou - e que reportou tanto à SIBS como às autoridades - apenas "duas situações deste género" nas quais a plataforma de venda online se viu envolvida.

Estas burlas podem abranger valores na ordem dos milhares. A Polícia Judiciária de Aveiro está a investigar o caso de um empresário de restauração de Anadia que foi burlado em 2.300 euros com o sistema MB Way, disse fonte daquele órgão de polícia criminal.

Na altura do comunicado da PSP, a SIBS informou que "tem vindo a reforçar a informação dirigida aos utilizadores alertando-os para não adicionarem números de telefone de terceiros ou desconhecidos ao serviço". Agora, na altura de adicionar um número de telemóvel na aplicação, aparece a mensagem "nunca adicione um número que não possui ou desconhece".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI