Tecnologias Nova consola da Nintendo chega ao mercado em 2017

Nova consola da Nintendo chega ao mercado em 2017

O anúncio da Nintendo pode animar os fãs, mas acontece numa altura em que a empresa japonesa reporta aos investidores uma quebra de quase 61% nos lucros do último ano fiscal. Optimista sobre o futuro, a firma estima que estes venham a duplicar em 2017.
Nova consola da Nintendo chega ao mercado em 2017
Bloomberg
Inês F. Alves 27 de abril de 2016 às 11:36

A consola "NX" chegará ao mercado em Março de 2017, anunciou a Nintendo esta quarta-feira, no mesmo dia em que reporta um recuo das vendas e dos lucros referentes ao ano fiscal terminado em Março de 2016.

A Nintendo decidiu finalmente avançar com uma data de lançamento para a misteriosa consola com nome de código "NX" que, escreve o The Guardian, deverá dar continuidade à linha da Wii U, e ser não só uma consola, mas um sistema de entretenimento doméstico.


A nova consola, adianta a marca, será apresentada ainda este ano, mas não fará parte dos destaques da marca na feira de videojogos E3. Aqui, o foco vai para o jogo "The Legend of Zelda". No entanto, este só chegará ao mercado em 2017, sendo que estão a ser desenvolvidas em paralelo versões para a Wii U e para a "NX". Em Junho, na E3, estará já disponível a versão Wii U do clássico.

A Nintendo salientou ainda em comunicado o sucesso da primeira aplicação da empresa para smartphones e tables, a Miitomo, que "já chegou a mais de 10 milhões de utilizadores únicos.

Lançada no Japão a 17 de Março, esta aplicação ainda não está disponível em Portugal. No Outono deste ano deverão chegar ao mercado duas novas "apps" da Nintendo, baseadas nas séries de videojogos "Fire Emblem" e "Animal Crossing".

"Ao mesmo tempo que partilhamos os resultados do ano fiscal que agora chega ao fim, olhamos também para o futuro com entusiasmo relativo ao crescimento do nosso negócio nos dispositivos móveis, novos produtos para as nossas consolas de videojogos e contínuo progresso dos nossos esforços no sentido de aumentar o número de consumidores", diz Tatsumi Kimishima, presidente da Nintendo.

Apesar deste "entusiasmo", os números do ano fiscal terminado a 31 de Março de 2016 não são animadores. Os lucros da empresa japonesa afundaram 60,7% para 16,5 mil milhões de iénes (cerca de 132 milhões de euros), face aos 41,8 mil milhões de iénes (cerca de 333 milhões de euros) registados em 2014. As vendas caíram 8,2% para 504,5 mil milhões de iénes (cerca de 4 mil milhões de euros).

Para o ano fiscal a terminar em Março de 2017, a empresa projecta vendas no valor de 500 mil milhões de iénes (quase 4 mil milhões de euros) e lucros de 35 mil milhões de iénes (279 milhões de euros), mais 112,1% do que no ano fiscal anterior. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI