Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Philips prevê duplicar número de mulheres no quadro de gestores

A Royal Philips Electronics, maior fabricante europeu de consumíveis electrónicos, anunciou que pretende duplicar o número de mulheres, com o cargo de gestor sénior, com o objectivo de atingir 10% do total dos gestores.

Negócios negocios@negocios.pt 27 de Março de 2003 às 14:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Royal Philips Electronics, maior fabricante europeu de consumíveis electrónicos, anunciou que pretende duplicar o número de mulheres, com o cargo de gestor sénior, com o objectivo de atingir 10% do total dos gestores.

Em 2002, a Philips anunciou que 4% do total dos 780 gestores de topo são mulheres. De acordo com o relatório divulgado hoje pela empresa, citado pela agência Bloomberg, mais de metade dos executivos da Philips, em Amsterdão, são holandeses.

«A reorganização da empresa precisa de atrair e reter talentos e acreditamos que, para angariar os potenciais talentos disponíveis, temos que optimizar os nossos recrutamentos», segundo a mesma fonte.

A maior fabricante europeia de consumíveis electrónicos irá eliminar 1.600 postos de trabalho na divisão de «chips», por forma a regressar aos lucros no quarto trimestre deste ano.

A Philips irá encerrar a fábrica em San Antonio, para além do encerramento da fábrica já anunciado em Albuquerque, no Novo México. A fábrica de San Antonio empregava 520 empregados. Este processo irá custar 200 milhões de euros.

Em 2002, a Philips tinha reduzido 7% da sua força de trabalho para 170.087 trabalhadores.

A Philips seguia a cair 3,95% para os 15,58 euros.

Ver comentários
Outras Notícias