Tecnologias Plataforma de criptomoedas não consegue pagar a clientes após morte do fundador

Plataforma de criptomoedas não consegue pagar a clientes após morte do fundador

A plataforma canadiana de moeda virtual QuadrigaCX diz que não consegue pagar a maioria de 190 milhões de dólares (165,8 milhões de euros ao câmbio atual) aos seus clientes após o seu fundador, a única pessoa que conhecia as palavras-passe para a “cold storage”, ter morrido.
Plataforma de criptomoedas não consegue pagar a clientes após morte do fundador
Bloomberg
Negócios 04 de fevereiro de 2019 às 16:26

A plataforma canadiana de moeda virtual QuadrigaCX diz que não consegue pagar a maioria de 190 milhões de dólares (165,8 milhões de euros ao câmbio atual) aos seus clientes após o seu fundador, a única pessoa que conhecia as palavras-passe para a "cold storage", ter morrido.

Segundo a Coindesk, o fundador da QuadrigaCX, Gerald Cotten, morreu inesperadamente aos 30 anos durante uma viagem à Índia em dezembro passado.

Num depoimento junto do Supremo Tribunal da Nova Escócia, a viúva de Cotten, Jennifer Robertson, indicou que a Quadriga CX deve aos clientes cerca de 190 milhões de dólares. A plataforma pediu proteção contra credores referindo que não consegue aceder aos fundos armazenados numa "cold storage", uma unidade física sem ligação à internet onde são depositadas as moedas virtuais.

De acordo com Jennifer Robertson, apenas Cotten tinha a responsabilidade de "gerir os fundos e as moedas" e mais nenhum elemento da equipa tinha acesso aos fundos armazenados.

A QuadrigaCX anunciou em meados de janeiro que Cotten morreu a 9 de dezembro na Índia devido a complicações associadas à doença de Crohn. O fundador da plataforma encontrava-se no país para "inaugurar um orfanato para crianças necessitadas", indicou a empresa.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI