Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PMElink factura 4,471 milhões no primeiro semestre

A PMElink, portal de negócios online detido pela PT, BES e CGD, realizou vendas no primeiro semestre de 4,471 milhões de euros, mais 40% que em igual período do ano passado, mas ligeiramente abaixo do orçamentado, anunciou hoje Ricardo Gonçalves Pereira,

Negócios 22 de Julho de 2004 às 13:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A PMElink, portal de negócios online detido pela PT, BES e CGD, realizou vendas no primeiro semestre de 4,471 milhões de euros, mais 40% que em igual período do ano passado, mas ligeiramente abaixo do orçamentado, anunciou hoje Ricardo Gonçalves Pereira, director-geral da empresa.

Em conferência de imprensa, Ricardo Gonçalves Pereira esclareceu que o objectivo para o primeiro semestre era de vender 4,8 milhões de euros, mas que espera recuperar esse desnível no segundo semestre que tem como objectivo vendas de 6,2 milhões de euros nos serviços e produtos a PME.

No entanto, no conjunto do ano, a PMElink tem como meta atingir uma facturação global de 12 milhões de euros, sendo um milhão provenientes dos grandes projectos com que arrancou no início deste ano.

Mas o responsável da empresa acredita que vai ser difícil atingir esse milhão de euros. O plano de negócio prevê, no entanto, um desvio máximo de 10% nas vendas do conjunto do ano.

Para o conjunto do ano, a empresa espera um crescimento no seu serviço pmeFlash, vendendo um total de 500. Este produto é, segundo definição de Ricardo Gonçalves Pereira, «um cartão de visita online», pois permite um domínio rápido e a um preço base de 300 euros. Foram vendidos 210 em 70 dias, anunciou a empresa.

No primeiro semestre, a PMElink conseguiu mais 1.772 novas empresas clientes (um crescimento homólogo de 15%), tendo a compra média aumentado para 308 euros. O número de compras aumentou de 8.723 para 11.393, tendo as repetições aumentado 37,6%. «O peso das compras de clientes fidelizados aumentou para 72%», disse o mesmo responsável.

Desde o arranque da empresa, em Maio de 2001, a PMElink já entregou mais de 1,5 milhões de artigos em todo o país. Sendo que 95% dos artigos são para entrega num prazo de 24 horas. A PMElink garante que tem uma gama alargada de produtos, tendo actualmente mais de 5.000 referências.

Diariamente a empresa recebe, nesta altura do ano, 100 encomendas para 900/1000 artigos. Em alturas de pico, como em Dezembro, recebe 300 encomendas/dia.

Reorganização

A PMELink definiu um novo modelo organizacional para a sua estrutura, adaptando mais um modelo comum dos retalhistas.

Assim, a empresa ficou com apenas três direcções.

A direcção de marketing & vendas tem como missão identificar e interpretar as necessidades dos clientes. A direcção de compras & desenvolvimento de negócios estará mais vocacionada para os fornecedores. Já a direcção de IT & Operações centra-se mais nos processos e serviços. Para a primeira direcção, a PMElink contratou João Costa, que sai do grupo Sonae, para assumir a direcção no próximo dia 1 de Agosto. A Direcção de compras é dirigida por Pedro Vozone e a direcção de operações por Diogo Pinto.

Já sob esta forma organizativa, a empresa pretende alargar as parcerias no segundo semestre, alargando a consolidação das encomendas ao Porto. Actualmente, essa consolidação é feita unicamente em Lisboa, ou seja, os fornecedores têm todos de entregar os seus produtos à PMElink no armazém em Lisboa. A PMElink pretende possibilitar essa entrega também no Porto.

Ver comentários
Outras Notícias