Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Prejuízos da Micron aumentam quase 600% no trimestre

Os prejuízos da Micron Technology, segunda maior fabricante de «chips» de memória, aumentaram em cerca de 600% no segundo trimestre fiscal, para os 30,4 milhões de dólares (34,5 milhões de euros).

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 22 de Março de 2002 às 11:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os prejuízos da Micron Technology, segunda maior fabricante de «chips» de memória, aumentaram em cerca de 600% no segundo trimestre fiscal, para os 30,4 milhões de dólares (34,5 milhões de euros). A empresa continua a manter conversações com a Hynix para uma possível aliança.

As receitas caíram 40% em termos homólogos, para os 645,9 milhões de dólares (732,3 milhões de euros). No entanto, este valor representou uma subida de 52,4% face ao trimestre anterior, indiciando uma possível recuperação, divulgou a empresa em comunicado.

O Grupo de Estatísticas de Comércio Mundial de Semicondutores estima que o volume de negócio de «chips» de memória aumente 65 até 2004, para os 18,7 mil milhões de dólares (21,2 mil milhões de euros).

A Micron, caso concretize a aquisição da Hynix, tornar-se-á a maior fabricante mundial de «chip» de memória e poderá subir os preços, fornecendo à empresa um melhor controlo sobre as remessas, segundo a mesma fonte.

A Micron tinha 19% de quota no mercado mundial no final de 2001, enquanto a Hynix controlava 14,5%, segundo dados da Gartner Dataquest.

O preço dos «chips» aumentou em Janeiro acima do custo de produção, auxiliando a empresa norte-americana a subir os preços em mais de 70% face ao mês anterior. Os «stocks» caíram neste período, enquanto a procura por computadores pessoais, servidores e telefones móveis aumentou.

A Micron encerrou ontem a valorizar 6,18% para os 34,51 dólares (39,26 euros).

Outras Notícias