Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidente do conselho de administração da HP aceita demitir-se

A presidente do conselho de administração da Hewlett-Packard, Patricia Dunn, concordou em demitir-se no próximo ano, numa tentativa de acalmar um crescente escândalo em torno do recurso da empresa a detectives privados para escutas telefónicas aos directo

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 12 de Setembro de 2006 às 15:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A presidente do conselho de administração da Hewlett-Packard, Patricia Dunn, concordou em demitir-se no próximo ano, numa tentativa de acalmar um crescente escândalo em torno do recurso da empresa a detectives privados para escutas telefónicas aos directores.

O presidente executivo, Mark Hurd, assumirá aquelas funções no segundo maior fabricante mundial de computadores pessoais em Janeiro, anunciou hoje a empresa num comunicado divulgado pela Bloomberg. Richard Hackborn será o principal director independente e Dunn permanecerá, mas como directora.

As pressões sobre Patricia Dunn intensificaram-se na semana passada, quando o Departamento da Justiça, o FBI e a Procuradoria-Geral da Califórnia começaram a investigar as tácticas usadas para se obterem registos das chamadas telefónicas dos directores como parte de uma tentativa para descobrirem quem andava a passar informação aos média.

Patricia Dunn apresentou a sua demissão depois de dois dias de reuniões do conselho de administração e do pedido do antigo director Tom Perkins para que ela tomasse essa decisão.

As cotações da Hewlett-Packard seguiam a ganhar 34 cêntimos, para 36,7 dólares, no mercado nova-iorquino, dada a convicção de que esta batalha não irá afectar a procura de computadores e impressoras da HP.

Ver comentários
Outras Notícias