Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT admite reduzir mais 1,5 mil trabalhadores em 2004

A Portugal Telecom (PT) admite que possam sair cerca de mais 1,5 mil colaboradores da PT Comunicações no próximo ano, o mesmo número previsto para este ano, no âmbito de uma redução de custos que deverá compensar quebras nas receitas.

Bárbara Leite 24 de Junho de 2003 às 18:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Portugal Telecom (PT) admite que possam sair cerca de mais 1,5 mil colaboradores da PT Comunicações no próximo ano, o mesmo número previsto para este ano, no âmbito de uma redução de custos que deverá compensar quebras nas receitas.

Até ao momento, já saíram da PTC 425 colaboradores, estando prevista a saída de mais mil até final deste ano. A PT enviou cartas a mais de dois mil funcionários a fim de rescindir os seus contratos, «tendo a adesão (a esta proposta) ultrapassado as duas mil pessoas», referiu o presidente executivo da PT, Miguel Horta e Costa.

A poupança de custos, com a saída de 1,5 mil trabalhadores será, «em ano cruzeiro, de 45 a 50 milhões de euros. Ao mesmo tempo que a PT poupa nos custos, esta redução dos trabalhadores vai implicar um aumento dos custos extraordinários para este ano com indeminzações na ordem dos 2,2 mil milhões de euros.

Deste total, já foram contabilizados 93 milhões de euros nas contas do primeiro trimestre da PT. Este valor já inclui a dotação para o Fundo de Pensões.

Este corte de pessoal vai ser estendido para 2004, referiu a mesma fonte, acrescentando que o «número de saídas será parecido com o deste ano».

As acções da PT fecharam nos 6,30 euros, a cair 2,33%.

Ver comentários
Outras Notícias