Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT compra rede de distribuição de sinal de televisão à TVI

A Media Capital anunciou esta manhã que celebrou um acordo para vender à Portugal Telecom o negócio da sua rede de distribuição de sinal de televisão, uma medida que permite à operadora concorrer sozinha à Televisão Digital Terrestre.

Negócios 22 de Abril de 2008 às 10:20

A Media Capital anunciou esta manhã que celebrou um acordo para vender à Portugal Telecom o negócio da sua rede de distribuição de sinal de televisão, uma medida que permite à operadora concorrer sozinha à Televisão Digital Terrestre.

Confirmando a noticia avançada hoje pelo Jornal de Negócios, a Media Capital refere em comunicado que "celebrou com a PT Comunicações S.A. um acordo, sujeito à verificação de determinadas condições, com vista à alienação do negócio da sua rede de distribuição de sinal de televisão, bem como os termos e condições da prestação de serviços relacionados com a transmissão da sinal de televisão da TVI".

Tal como o Jornal de Negócios hoje noticia, a PT e a Media Capital já chegaram a acordo para a televisão digital terrestre, acordo que permite ao grupo liderado por Zeinal Bava ir a concurso sozinho e que deixa a dona da TVI de fora.

Isto porque a Portugal Telecom chegou a acordo para ficar com a rede de transmissão de sinal televisivo da TVI, a Reti. Com este acordo, a TVI não necessita de se envolver no projecto através da participação no consórcio e a PT assegura as duas redes e assegura a não participação da TVI nos concursos.

Além disso, deita por terra, por outro lado, o megaconsórcio que a TVI poderia integrar caso não chegasse a acordo com a Portugal Telecom.

Chegando a este acordo, a Portugal Telecom fica também liberta para concorrer, sozinha, à plataforma para os canais pagos. E garante a única candidatura complementar entre os dois concursos. A Anacom revelou, quando foram lançados, que haveria benefícios a quem participasse nos dois.

Apesar de ser uma candidatura que, à partida, o mercado considera forte para vencer, a hipótese de ter concorrentes no concurso para plataforma de canais pagos ainda subsistia ontem ao fim do dia. Os finlandeses da Airplus Tv continuam a trabalhar sobre o assunto, na expectativa de conseguir empresas que integrassem o seu consórcio.

Abertis e Sonaecom eram duas sociedades envolvidas nas negociações. Isto apesar da Sonaecom ter feito, desde o lançamento, críticas ao concurso, já que gostaria de ter visto ficar de fora, além da Zon, também a PT. E por isso até há alguns dias a Sonaecom não tencionava concorrer.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio