Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Qimonda dispara em bolsa com plano de salvamento

A Qimonda está a reagir em forte alta ao plano de salvamento "desenhado" este fim-de-semana, e que prevê empréstimos por parte da Caixa Geral de Depósitos (CGD), da Alemanha e da Infineon, a "casa-mãe" que regista a maior valorização deste a oferta pública inicial (IPO), em 2000.

Paulo Moutinho 22 de Dezembro de 2008 às 10:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
A Qimonda está a reagir em forte alta ao plano de salvamento “desenhado” este fim-de-semana, e que prevê empréstimos por parte da Caixa Geral de Depósitos (CGD), da Alemanha e da Infineon, a “casa-mãe” que regista a maior valorização deste a oferta pública inicial (IPO), em 2000.

A empresa vai receber um empréstimo de 100 milhões de euros do banco estatal português, a CGD, outro de 150 milhões de euros por parte do estado alemão da Saxónia e um terceiro empréstimo de 75 milhões de euros da Infineon, maior accionista da Qimonda.

Segundo o comunicado da Quimonda, a empresa “assegurou ainda uma garantia pública, por parte do governo da Saxónia, no valor de 280 milhões de euros. A empresa está agora em avançadas negociações para garantir que uma parte deste valor – 150 milhões de euros – possa igualmente ser transformado em financiamento”.

Desta forma, a produtora de "chips" e semicondutores vai continuar em actividade, depois de ter ponderado a falência no início deste mês. Em troca dos empréstimos, a empresa comprometeu-se a desenvolver as suas unidades de investigação e desenvolvimento em Portugal e na Alemanha.

O salvamento está a ter um forte impacto nas acções. O principal mercado da Qimonda é nos EUA. No entanto, os títulos representativos, negociados na bolsa da Alemanha, estão a subir 72,38% para 0,412 euros. Chegaram a valorizar um máximo de 151,05% durante a sessão. A Infineon disparou 21%, para 0,80 euros, a maior subida desde o IPO.

Ver comentários
Outras Notícias