Tecnologias Quebra nas vendas dos "smartphones" prejudica Samsung

Quebra nas vendas dos "smartphones" prejudica Samsung

Um retrocesso no negócio dos semicondutores veio acentuar ainda mais o cenário negativo marcado pela venda de "smartphones" na tecnológica sul coreana. Uma tendência a que nem a Apple escapa.
Quebra nas vendas dos "smartphones" prejudica Samsung
Patrick T. Fallon/Bloomberg
Negócios 28 de janeiro de 2016 às 11:58

A tecnológica Samsung viu os seus lucros cair 19% em 2015, para os 19 biliões de won, o equivalente a 14,4 mil milhões de euros.

A justificar este resultado está o abrandamento da venda de "smartphones" (telefones inteligentes) e do negócio dos semicondutores, os dois principais ramos de actividade da sul coreana.


No último trimestre do ano, o resultado líquido caiu mesmo 40%, para um valor próximo dos 2,4 mil milhões de euros.


A forte concorrência dos chineses Xiaomi e Huawei, com propostas mais baratas, são também apontados como elementos a ter em conta nos resultados.


O último lançamento da marca, o Galaxy S6, não conseguiu conquistar os consumidores ao nível esperado pela Samsung. Estes resultados chegam depois de a rival Apple ter anunciado a sua primeira quebra de vendas numa década.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI