Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Qwest forçada a juros mais elevados que outras empresas na falência

A Qwest Communications, que está a tentar negociar um empréstimo de 500 milhões de dólares (509,3 milhões de euros), foi forçada pelos bancos a aceitar pagar taxas de juro mais elevadas do que outras empresas nas mesmas condições.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 16 de Agosto de 2002 às 10:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Qwest Communications, que está a tentar negociar um empréstimo de 500 milhões de dólares (509,3 milhões de euros) a fim de salvar a empresa da falência, foi forçada pelos bancos a aceitar pagar taxas de juro mais elevadas do que outras empresas nas mesmas condições.

A maior empresa de telecomunicações locais nos Estados Unidos, será forçada a pagar mais 8,75 pontos percentuais do que outras empresas em situação semelhante, para os 13,5%, noticiou a agência Bloomberg, citando fonte próxima do processo.

As empresas em situação de falência, normalmente, nunca pagam um «spread», ou margem, acima dos cinco pontos percentuais acima das taxas de juro estabelecidas para empréstimos, o que lhes permite continuar operacionais, segundo a mesma fonte.

A Qwest registou um prejuízo de 1,14 mil milhões de dólares (1,16 mil milhões de euros) no segundo trimestre deste ano, no nono trimestre consecutivo que a companhia de telecomunicações dos EUA tem resultados líquidos negativos.

A empresa norte-americana tem actualmente uma dívida que ascende aos 26,3 mil milhões de dólares (26,8 mil milhões de euros). A Qwest revelou ter escondido mais de mil milhões de dólares na sua contabilidade, tendo baixado a perspectiva de receitas para este ano em cerca de 6%.

A Qwest encerrou ontem a valorizar 2% para os 1,53 dólares (1,56 euros).

Outras Notícias