Tecnologias Reditus reduz prejuízos

Reditus reduz prejuízos

A empresa diz que diminuiu o volume de negócios, mas conquistou contratos de maior valor.
Reditus reduz prejuízos
Negócios 01 de dezembro de 2019 às 11:59
A Reditus teve prejuízos de 156 mil euros nos nove primeiros meses do ano, findos em setembro, uma melhoria face aos 422 mil euros de há um ano. 

Em comunicado a empresa atribui os prejuízos aos custos financeiros que "comeram" os resultados operacionais positivos que, por seu turno, também caíram, fruto da descida da atividade.

De acordo com a Reditus, os resultados operacionais foram de 1 milhão de euros, ainda assim inferior em 23,8% aos obtidos um ano antes.

O EBITDA Consolidado ficou nos 2,7 milhões de euros até setembro, o que compara com os 3,2 milhões de euros dos nove primeiros meses de 2018, menos 17,1%. 

Os proveitos ficaram nos 18 milhões de euros face a 24,8 milhões de euros registados no período homólogo, uma queda de 27,6%. Fruto, em particular, da queda de 37,7% registada nos mercados internacionais, nomeadamente em África. No mercado nacional as vendas também caíram, mas a um nível mais baixo, de 21%, o que a empresa atribui a "um mercado bastante agressivo e concorrencial, e a estratégia implementada por forma a melhorar as suas margens".

A empresa diz que "a contração dos proveitos em relação ao período homólogo é fruto de uma de uma decisão estratégica de privilegiar o foco comercial sobre os projetos de maior valor acrescentado". E garante que obteve novos contratos, que "apesar de consubstanciarem um menor volume de negócios apresentam uma maior rentabilidade, e renovou de forma vantajosa vários contratos nos segmentos de IT Consulting e BPO".



Marketing Automation certified by E-GOI