Tecnologias Resultados da Bosch sobem 34% em 2015

Resultados da Bosch sobem 34% em 2015

Os lucros da Bosch cresceram para 3,5 mil milhões de euros em 2015, impulsionados por vendas recorde de 70,6 mil milhões de euros. Em 2016, a fabricante alemã quer apostar nos serviços.
Resultados da Bosch sobem 34% em 2015
Reuters
Vera Ramalhete 27 de abril de 2016 às 10:31

Os resultados da Bosch cresceram 34,13% em 2015, face ao período homólogo, revelou esta quinta-feira a empresa na conferência anual, em Estugarda. A fabricante alemã obteve lucros líquidos de 3,537 mil milhões de euros, acima dos 2,637 milhões de euros registados no ano anterior.

 

O lucro antes de juros e impostos (EBIT) avançou 6,5% para 4,6 mil milhões de euros. As vendas cresceram 44% para um valor recorde de 70,6 mil milhões de euros no ano passado, impulsionadas pela aquisição de dois negócios. Após ajustes cambiais, as vendas avançaram 3,8% em 2015.

 

Num ano marcado pelo escândalo da manipulação dos softwares de emissões de gases poluentes, a empresa aumentou as reservas em 650 milhões de euros, para responder a processos legais e investigações que abrangem a empresa, enquanto fornecedora.

 

Ásia abranda

Na Ásia, as vendas ficaram abaixo do esperado pela empresa, devido ao abrandamento da economia da China. Um resultado compensado com um desenvolvimento do negócio superior ao esperado na Europa Ocidental e também na América do Norte. No Velho Continente, onde a Bosch tem a sede, as vendas aumentaram 3,8% para 37,3 mil milhões de euros. Este valor representa mais de metade das vendas da empresa.

 

As soluções de mobilidade foi o sector da Bosch que contribuiu mais positivamente para os resultados, com um crescimento de 12% para 41,7 mil milhões de euros. Na tecnologia industrial, as vendas caíram 1,6% para 6,6 mil milhões de euros.

 

Aposta nos serviços em 2016

Para 2016, a empresa espera continuar a crescer, apontando para um aumento das vendas de 3% a 5%. No primeiro trimestre do ano, as vendas subiram 3% face ao período homólogo, afectadas pelo abrandamento de alguns dos mercados onde actua, tal como ocorreu em 2015, revelou a empresa. A par do desenvolvimento dos produtos, como os sensores, e softwares para a Internet das Coisas, a empresa quer apostar na venda de serviços complementares. 

*A jornalista viajou para Estugarda a convite da Bosch




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI