Tecnologias Ross garante que inventou o iPhone em 1992. Agora exige mais de 10 mil milhões à Apple

Ross garante que inventou o iPhone em 1992. Agora exige mais de 10 mil milhões à Apple

Em 1992, na cidade de Miramar, na Florida, Thomas S. Ross inventou o precursor do iPhone do iPad e do iPod. 24 anos passados, e nove após a Apple ter lançado o primeiro iPhone, Ross processou a empresa de Tim Cook e exige uma indemnização de 10 mil milhões de dólares. 
Ross garante que inventou o iPhone em 1992. Agora exige mais de 10 mil milhões à Apple
DR
Ana Luísa Marques 29 de junho de 2016 às 14:13

Thomas S. Ross garante que o iPhone, iPad e o iPod infringem uma invenção sua de 1992: o Dispositivo de Leitura Electrónico (ERD, na sigla original), que Ross reclama ser o percursor do sistema operativo iOS.

Na queixa apresentada num tribunal da Florida, Ross alega que os três dispositivos da Apple copiam ideias suas desenhadas entre Maio e Setembro de 1992 (ver foto em cima). Em Novembro do mesmo ano solicitou um pedido de patente mas este foi "abandonado" em 1995 por falta de pagamento.

"Ross desenhou um aparelho que permitia não só ler histórias, livros e artigos, mas também ver fotos e vídeos e mesmo filmes num ecrã táctil, plano e iluminado. Mais tarde imaginou que o mesmo aparelho podia ser usado para comunicações e para escrever, e ser capaz de armazenar material escrito e de leitura. Ross admitiu ainda que o aparelho podia ter baterias e estar equipado com painéis solares", escreve o site Macrumors.

Ross garante que foi alvo de um "enorme e irreparável dano que não pode ser, totalmente, compensando ou medido em termos monetários". Na queixa apresentada esta segunda-feira no Florida Southern District Court, Ross exige uma indemnização "não inferior a 10 mil milhões de dólares e direitos até 1,5% do valor das vendas mundiais dos três aparelhos".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI