Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Serviços de dados móveis crescem em 2005 mas preços preocupam utilizadores

«A procura por serviços móveis está a acelerar rapidamente a nível mundial à medida que um número crescente de telefones com características multimédia chegam às mãos dos consumidores», segundo o estudo Mobinet 2004 que revela que 41% dos utilizadores esp

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 21 de Julho de 2004 às 13:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

«A procura por serviços móveis está a acelerar rapidamente a nível mundial à medida que um número crescente de telefones com características multimédia chegam às mãos dos consumidores», segundo o estudo Mobinet 2004 que revela que 41% dos utilizadores esperam usar serviços móveis diariamente a partir do próximo ano.

No entanto, a mesma fonte realça o facto de haver «um número considerável de utilizadores de telemóveis» preocupados com os seus preços.

Segundo o Mobinet 2004, estudo que abrange 4,5 mil utilizadores de telemóveis em 13 países (iniciativa anual da A.T.Kearney e da Universiadde de Cambridge), 41% dos utilizadores de telemóveis esperam, em 2005, «usar regular ou intensivamente serviços de dados como correio electrónico, jogos, «downloads» de música, MMS (Multimédia Messaging Service) ou serviços de notícias».

O estudo esclarece que são os dois os factores a liderar este crescimento. Em primeiro lugar, o número de utilizadores com telefones multimédia crescer para 49% este ano. Em segundo, a adopção de serviços-chave passou da fase de experimentação para taxas de penetração acima dos 25% entre os segmentos-alvo dos clientes, «o que demonstra que estes novos serviços estão a caminhar para um interesse e aceitação massificados por parte dos consumidores».

Neste sentido, no que diz respeito ao nosso país, «ao ser um dos primeiros mercados europeus a anunciar o lançamento dos serviços 3G, Portugal poderá uma vez mais demonstrar a sua apetência pela inovação, reforçando assim a tendência actual de aumento do peso dos serviços de dados», explica João Couto, principal responsável pela prática de Telecomunicações e Media do escritório de Lisboa da A.T.Kearney.

No entanto, ao mesmo tempo que assistimos a um aumento do peso de serviços de dados móveis, «um número considerável» de utilizadores de telefones móveis está a expressar grande preocupação com questões como o preço, citado por 35% dos utilizadores entrevistados, a segurança e privacidade dos dados (10% no ano passado para 22% este ano) e a lenta velocidade das redes (18%).

Serviços móveis deixam de ser usados somente por adolescentes e jovens adultos

O estudo realçou ainda o facto dos serviços móveis terem deixado de ser usados somente por adolescentes e jovens adultos e terem passado a ser utilizados também por categorias de idades com maiores rendimentos: 48% dos utilizadores de telefones com câmara, da faixa etária 35-44, dizem enviar MMS e 66% SMS (Short Messaging Service).

Para além disso, os dados do Mobinet 2004 mostram ainda uma «clara relação» entre a utilização intensa de SMS hoje e uma utilização intensa de MMS no futuro. «Os operadores que conseguirem colocar telefones com câmaras nas mãos dos seus clientes mais activos em termos de utilização do serviço SMS irão deste modo capitalizar as receitas mais elevadas do serviço MMS».

Outras Notícias