Tecnologias Sonaecom concretiza venda da WeDo

Sonaecom concretiza venda da WeDo

O negócio de venda da WeDo à  norte-americanos da Mobileum ficou fechado esta terça-feira, anunciou a Sonaecom.
Sonaecom concretiza venda da WeDo
Inês Gomes Lourenço
Nuno Carregueiro 13 de agosto de 2019 às 23:17

A Sonaecom anunciou esta terça-feira, 13 de agosto, que "se tornou efetiva a alienação da totalidade do capital social e dos direitos de voto da sociedade WeDo Consulting", tal como tinha sido anunciada a 10 de junho.

 

Nessa data a Sonaecom anunciou que tinha chegado a acordo para vender a WeDo aos norte-americanos da Mobileum, num negócio orçado em  perto de 100 milhões de dólares (perto de 90 milhões de euros), já que terá uma componente fixa de 70 milhões de dólares (62,45 milhões de euros), à qual pode acrescer uma variável de até 27 milhões de dólares (24,08 milhões de euros).

 

No comunicado à CMVM esta terça-feira a Sonaecom diz apenas que a venda deverá ter "um impacto positivo nos resultados consolidados da Sonaecom de cerca de 6,2 milhões de dólares, calculado por referência à presente data e baseado na componente fixa do preço, havendo ainda 27 milhões de dólares (USD) de earn-out".

 

Fica assim concretizada a saída de uma empresa que estava no universo Sonae há cerca de 20 anos. Foi, aliás, fundada no seu seio, em 2001, o mesmo ano em que nasceu o agora comprador. A Mobileum, a empresa norte-americana que se prepara para desembolsar estes montantes, em 2001 tinha a designação de Roamware e focava a atividade no desenvolvimento de soluções de "roaming" para potenciar o aumento de receitas dos seus clientes. Desde então, a estratégia tem passado por aquisições no setor das tecnologias, chegando a 2010 como uma das empresas de crescimento mais acelerado dos Estados Unidos. 

 

A WeDo Technologies conta com mais de 600 profissionais espalhados por escritórios na Europa, Estados Unidos, Ásia-Pacífico, Médio Oriente, África e América Central e do Sul. 

Liderada por Rui Paiva, a gestão deverá manter-se na empresa, assim como a equipa. As operações em Portugal também deverão ser mantidas, segundo apurou o Negócios. Mas mais de 78% do seu negócio já é realizado fora de Portugal.

A Sonae IM vende, assim, este ano mais uma histórica do grupo na área das tecnologias, depois de ter anunciado a alienação da Saphety, vendida ao fim de 18 anos à gestão. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI