Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonaecom admite avançar para a televisão após separação do cabo

A Sonaecom admite avançar para o negócio de televisão por cabo, oferecendo um serviço triplo, quando ocorrer a separação da rede de cabo da Portugal Telecom, disse Paulo Azevedo em entrevista ao «Semanário Económico», que diz ter a certeza absoluta que es

Negócios negocios@negocios.pt 26 de Novembro de 2004 às 09:59

A Sonaecom admite avançar para o negócio de televisão por cabo, oferecendo um serviço triplo, quando ocorrer a separação da rede de cabo da Portugal Telecom, disse Paulo Azevedo em entrevista ao «Semanário Económico», que diz ter a certeza absoluta que esta operação vai mesmo ocorrer.

O presidente da Sonaecom diz que a decisão de avançar para o negócio da televisão por cabo só depende da capacidade de concorrer com a Portugal Telecom.

Em relação à oferta tripla de voz, dados e televisão, Paulo Azevedo diz que «em termos técnicos já está a funcionar», acrescentando que «a decisão de avançar com esse projecto só depende da capacidade de concorrer com a PT na distribuição de televisão».

A mesma fonte explicou, na entrevista ao semanário, que esta é uma das razões pela qual a Sonaecom «luta» pela separação do cabo na PT, defendendo a dispersão da TV Cabo em bolsa.

Paulo Azevedo diz ter «a certeza absoluta» de que esta separação vai acontecer e dependerá sobretudo da Comissão Europeia, só não sabendo quando tal vai acontecer.

Em relação à possibilidade de depois a Sonaecom comprar a TV Cabo, Paulo Azevedo refere que essa decisão cabe aos accionistas, mas acredita que não deverão aceitar essa possibilidade. «Até pode ser a TV Cabo a comprar a Sonaecom», disse.

Acerca da possibilidade de a France Telecom entrar directamente no capital da Sonaecom, Paulo Azevedo diz que as cobersações estão em «stand by» e que «não podem existir pressas».

As acções da Sonaecom seguiam a subir 0,28% para os 3,53 euros.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio