Tecnologias Spotify entra na guerra da produção de conteúdos em vídeo

Spotify entra na guerra da produção de conteúdos em vídeo

A plataforma de streaming de música vai lançar até ao final deste ano 12 séries originais. Os programas, sobre música, terão a duração máxima de 15 minutos cada.
Spotify entra na guerra da produção de conteúdos em vídeo
Bloomberg
Sara Ribeiro 10 de maio de 2016 às 10:48

O Spotify anunciou que vai reforçar a sua aposta no formato de vídeo através da produção de 12 séries originais obre música.

Os programas terão até 15 minutos de duração e têm estreia marcada ainda este ano em alguns países como EUA, Reino Unido, Alemanha e Suécia.

As séries vão ser transmitidas através da aplicação do serviço de streaming de música e vão estar disponíveis para os sistemas operativos da Google (Android) e da Apple (iOS). Ainda não são conhecidas das datas da expansão das séries a outros mercados.

O anúncio da empresa liderada por Daniel EK (na foto) acontece quase um ano depois do Spotify ter alargado o seu campo de actividade a outros segmentos como o entretenimento, notícias e vídeos através de parcerias com omes como a ABC, Comedy Central, ESPN, NBC ou Vice Media.

Com a nova aposta, grupo sueco criado em 2006 por Daniel Ek e Martin Lorentzon, entra no mesmo campo de batalha dos gigantes YouTube, Facebook e da Apple. A grande rival, que lançou o Apple Music, também anunciou recentemente que vai apostar na distribuição de conteúdos próprios, estando já a produzir uma série chamada "Vital Signs" com o músico Dr.Dre.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI