Tecnologias Tecnológicas e operadores aceleram aplicações para carros inteligentes 

Tecnológicas e operadores aceleram aplicações para carros inteligentes 

Com os carros autónomos quase a chegarem às estradas, são várias as empresas que estão a apostar em novas aplicações para o sector automóvel. E o 5G vai permitir acelerar estas soluções, como demonstraram vários fornecedores e operadores na feira de Barcelona.
Tecnológicas e operadores aceleram aplicações para carros inteligentes 
Reuters
Sara Ribeiro 23 de fevereiro de 2016 às 17:32

Carros com wi-fi, controlar as portas do carro a partir de casa ou do escritório, alertas quando o depósito estiver quase vazio ou informações sobre a localização e preços da bomba de combustível mais perto. Estas são apenas algumas das centenas de soluções apresentadas esta semana no Mobile World Congress, maior feira de comunicações móveis que decorre até quinta-feira em Barcelona.

 

Com o mundo a olhar de perto para o desenvolvimento dos carros autónomos, projectos que estão a ser desenvolvidos a alta velocidade pela Google, Audi e Apple, entre outros,  ninguém quer perder esta oportunidade de negócio.

 

Desde fornecedoras de tecnologia, operadoras de telecomunicações até aos próprios fabricantes de automóveis, são vários os "players" que estão a desenvolver sistemas para o futuro do sector automóvel. 

 

A Nokia, que antes era protagonista dos maiores eventos da feira, com o lançamento de novos telemóveis, aproveitou o palco do evento para apresentar uma nova solução, assente na quinta geração móvel, que permite melhorar a eficiência dos carros sem condutor.

 

Um dos receios dos carros do futuro prende-se com a rapidez de resposta a obstáculos que apareçam na estrada e a forma como o veículo vai reagir.  Numa demonstração, com carros em miniatura, a Nokia, que vendeu a unidade do segmento móvel à Microsoft, exemplificou como este sistema permite dar maior segurança aos carros autónomos. 

 

Numa mini pista - à semelhança dos carros -  vários veículos sem condutor circulavam, fazendo sempre o mesmo trajecto. Quando alguém metia a mão ou outro objecto à frente de um dos carros, ele parava automaticamente com uma distância de segurança e contornava o obstáculo de seguida, sem bater nos outros carros que continuavam o seu trajecto normalmente.

 

A Samsung é outra das empresas que decidiu apostar nesta área, oferecendo a possibilidade de interligar  os seus dispositivos móveis a um carro, através da internet das Coisas (IoT na sigla em inglês).

 

O Connected Auto da empresa sul-coreana é um aparelho que, depois de colocado em determinado automóvel, permite efectuar várias funções através de um dispositivo móvel, como controlar remotamente a abertura das portas, incluindo do porta-bagagens, ou melhorar a eficiência do consumo de combustível através de alertas sobre a performance do condutor.

 

Além disso, o sistema da Samsung tem uma característica considerada muito importante para os consumidores mais jovens: wi-fi. Com o Connected Auto,  os passageiros podem aceder durante toda a viagem a internet móvel, uma característica que pesa bastante na hora de os "millenniums" efectuarem uma compra.

 

De acordo com um estudo citado por  Hyesung Ha, responsável da Samsung da área empresarial, "62% dos millenniums estão dispostos a pagar mais para ter wi-fi no carro".

 

 

Nova solução para empresas da Vodafone chega em breve a Portugal

 

Também as operadoras de telecomunicações estão de olhos postos nas soluções para o sector automóvel, como é o caso da Vodafone. A operadora britânica aproveitou a feira de Barcelona para apresentar uma das suas  mais recentes soluções que vai ser lançada nos próximos meses em 44 países, incluindo Portugal.

 

A nova solução da Vodafone dirige-se a empresas, como de aluguer de carros, e tem como objectivo reduzir os acidentes através de um sistema que permite controlar a velocidade e trajecto, entre outras características. 

 

Além disso, no caso de acidente envia automaticamente os dados da localização do carro para a empresa de aluguer que recebe um alerta e pode contactar de imediato as entidades competentes.

 

Os produtores de automóveis também têm apostado na área de aplicações e, por isso, também fazem questão de estar presentes na feira de Barcelona, que dita as tendências do futuro das comunicações móveis. A Ford é um dos exemplos.

 

A marca está a aproveitar o palco do MWC para apresentar soluções que podem ser integradas nos veículos e facilitar a vida dos condutores, como através do sistema de voz ajudar os clientes a saber onde é o café mais próximo ou o posto de combustível.

 

A feira de Barcelona arrancou na segunda-feira e terá as portas abertas para receber cerca de 100 mil visitantes até quinta-feira, 25 de Fevereiro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI